Quando a dúvida te visitar, lembre-se: O que é feito com amor é bem feito!

A dúvida é um claro sinal de que estamos agindo com discplicencia diante da vida. É um sinal de que estamos caminhando inconscientes e focando na dor, não no amor!

Sentir dúvida a respeito de si mesmo, da vida, e dos outros, é comum, mas temos que entender a diferença que existe entre comum e normal. Uma coisa comum, é algo que acontece, com muitas pessoas, porém o normal, é o que deveria acontecer com todos nós, mas muitas vezes, não acontece.

É comum você sentir dúvida em relação ao caminho que você escolheu, mas o normal é você confiar em si mesmo e aprender com as escolhas que te fizeram colher resultados negativos.

Essa confusão entre normal e comum, faz com que muitos se permitam continuar em uma zona de conforto, por acreditarem que o que sentem é normal, quando o que estão sentindo é apenas comum.

O normal seria que todos se sentissem bem com a sua própria realidade e que se colocassem a serviço com amor, porém, grande parte das pessoas estão caminhando por um terreno comum: o terreno da dúvida, da insegurança e da falta de amor próprio.

Esse caminhar na dúvida faz com que a pessoa foque, constantemente, na dor e, não no amor. Com o tempo, os vícios emocionais se instalam e fica cada vez mais difícil se sentir normal.

Quando você entende que o normal é estar bem consigo mesmo, é valorizar os seus talentos, caminhar admirando a beleza da vida e de seus ensinamentos, com o olhar voltdo para os pontos fortes dos outros, a vida vai se apresentando de formas mais leves.

As coisas continuarão acontecendo, problemas, traições, decepções, mas você se sentirá diferente em relação a todas elas. As suas reações emocionais terão trarão sempre um toque de amor, uma palavra de incentivo e um olhar esvaziado de julgamentos.

Mas o que nos impede de viver essa vida com mai amor? Com certeza é a importancia que a gente dá para a dor. O nosso senso de autoimportancia nos impede de olhar para a dor com amor. E é aí que os problemas parecem não ter soluções possíveis.

Acredite: Para todo problema existe uma solução. A escolha sempre será sua. Se você acreditar que não há solução possível, você estará certo e se você acreditar que a solução aparecerá, você também estará certo.

Isso acontece porque você é o condutor da sua vida e o criador da sua realidade. Os pensamentos que você alimenta, controlam a sua vida.

Escolha pensar e viver o amor e você se deliciará com uma vida que vale a pena ser vivida, uma vida de realizações e cheia de significado. Esse é o normal! O normal é se sentir bem. Mas se você escolher focar na dor, nos problemas, nas críticas, nas exigencias, nos julgamentos e nas reclamações, você acessará em um lugar que, hoje em dia, é extremamente comum: O sofrimento.

Se hoje, você se encontra em estado de sofrimento, me chame no direct @rhamuche, eu posso te ajudar a viver o amor em sua máxima potência. O que é feito com amor é bem feito!

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar. Foto de Pablo Toledo no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.