Pare de esperar por uma reciprocidade que não acontece!

Você merece o amor que dá aos outros.

Pensar assim não é um ato de egoísmo, mas de integridade, de dignidade pessoal.

Você leva muito tempo sendo arquiteto único de relacionamentos nos quais você levantou os pilares, os cimentos, as paredes, e somente você se esforça para que o teto não caia, para que o amor esteja a salvo, coberto, seguro.

No entanto, você está do lado de fora, e o frio já queima a sua pele.

Você merece o amor com o qual sonhou.

A vida não é um bumerangue onde uma pessoa acaba recebendo de volta o que lança ao ar ou ao coração dos outros. Muitas vezes, esse bumerangue cai no meio do caminho ou, simplesmente, nem inicia o caminho de volta.

Então, pare de fazer isso.

Pare de esperar por uma reciprocidade que não acontece! Pare de investir sua parte na vida em um relacionamento que, em vez de dar lucros, só lhe traz prejuízos.

Você merece um amor que não dói, que te preenche e te faz crescer.

Você deve ser exigente e se sentir merecedor dele, e para isso, nada melhor do que mudar de estratégia. Deixar de ser “doador” para se transformar no receptor.

Como você é o maior especialista em oferecer esse afeto que dá asas e que valida os outros para colocá-los no mundo como as figuras mais relevantes, seja agora você o destinatário desse amor.

Valide-se, nutra suas raízes e volte aos sonhos que um dia ficaram estagnados!

Valorize-se! Deixe de lado o conformismo! Pare de aceitar menos do que você merece.

Liberte-se para se redescobrir.

Quando você aceita pouco, é como se você dissesse para si mesmo: “Eu não me amo.”

E quando você diz isso, mesmo que inconsciente, fica difícil alguém te amar de verdade.

O seu primeiro amor tem que ser o próprio. Se ame primeiro e ame os outros em seguida. Essa tem que ser a ordem, ok?

Se precisar de ajuda para trilhar esse caminho de redescoberta me chame no direct @rhamuche que eu te ajudo!

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar. Foto de sean Kong no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.