Não importa o que você tenha passado, uma má ação não justificará outra!

A personalidade sabotadora é mais comum do que se imagina, a pessoa até reconhece que suas ações ou a falta delas, estão a levando a ter resultados negativos, mas se justifica o tempo todo, dá diversas desculpas que ela acredita serem as causas das suas frustrações, mas que não explicam, apenas confirmam, os motivos pelos quais a sua vida se encontra da maneira que está.

Isso porque, por mais que a vida tenha sido dura conosco, sempre temos escolha, sempre podemos fazer uma limonada com o limão que a vida nos oferece.

Existem muitos exemplos de pessoas que conseguiram vencer as piores adversidades impondo a sua vida um sentido maior do que o ego consegue ver. E quando nos vemos em uma encruzilhada, devemos mirar no exemplo dessas pessoas, arregaçar as mangas e seguir em frente. Mas a personalidade sabotadora, infelizmente, não pensa assim.

Quando a pessoa prefere se vitimizar e aceitar as desculpas que ela entende serem as fontes do seu fracasso, ela retira dela mesma a responsabilidade diante da própria vida, e joga a culpa do seu insucesso em tudo o que sofreu, em todas as decepções que passou.

Ao fazer isso, em vez de aprender as lições que estão escondidas nos seus erros, ela se autossabota, alimentando a ilusão de que, se tudo tivesse sido diferente, ela também seria diferente.

A pessoa que alimenta uma personalidade sabotadora acredita que tudo o que ela vive hoje é resultado do que os outros fizeram a ela e não do que ela fez do que fizeram a ela.

O fato é que não importa o que você tenha passado, uma má ação não justifica outra.

Os seres humanos são dotados de uma força indecifrável, todos somos capazes de superar qualquer dificuldade, mas para isso, precisamos assumir o controle da nossa vida e parar de entregar a nossa vida nas mãos dos outros.

Para isso, basta que olhemos para aqueles que sofreram exatamente o mesmo que nós, ou coisas semelhantes, senão piores, e ainda assim, optaram por não cometer os mesmos erros que nós insistimos em cometer.

Quando a personalidade sabotadora sofre uma injustiça, ela quer vingança. Quando ela comete um erro, ela não se responsabiliza e não aprende com ele. Quando alguém a decepciona, ela se revolta. Essa atitude reativa a coloca sempre em uma posição inferior, e ela não percebe que é justamente o seu comportamento diante daquilo que acontece que a leva a um ciclo de insatisfação e frustração.

Para ela, o seu passado é o que motiva o seu presente, e também o que a faz temer o seu futuro. Com isso, ela cria para si mesmo uma emboscada que a deixa presa na teia de sofrimentos que ela mesma construiu.

A personalidade sabotadora prefere justificar suas ações e acreditar que sempre fez a coisa certa, e que os outros que erraram com ela. Esse pensamento a leva a distorcer a realidade porque ele prefere preservar a sua autoimagem a ver a verdade.

Leia mais: Quem se vitimiza sempre espera que os outros façam aquilo que ele deveria fazer

Como superar a personalidade sabotadora?

Para que você possa parar de se autossabotar você precisará admitir a sua responsabilidade diante de tudo o que você já viveu.

Você terá que perdoar a si mesmo e aos outros e, principalmente, terá que aprender a se acolher quando se deparar com tudo o que você poderia ter feito se tivesse se responsabilizado pela sua vida antes.

Você precisa admitir que a culpa não é de ninguém, muito menos sua, que você só fez o que conseguia fazer, que você só respondeu da forma que sabia, que você fez escolhas e que poderia não ter feito, você terá que parar de querer encontrar culpados, e também, parar de se culpar.

Entenda: hoje, você pensa diferente e faria diferente, mas a lição de tudo o que você viveu ainda está esperando você decidir aprender.

A vida é uma escola e precisamos estar atentos para tudo o que ela quer nos ensinar. Quanto mais rápido a gente aprende, mais rápido a gente alcança aquilo que a gente quer!

Qualquer que seja a sua desculpa para não fazer o que precisa ser feito, saiba que – você nunca chegará onde realmente deseja se continuar a dar desculpas. E pior ainda, você continuará deixando passar as melhores oportunidades. Como eu já disse, não importa o que você tenha passado, uma má ação não justificará outra.

Em vez disso, comece a trazer soluções para todos os problemas que surgem em sua vida e não alimente mais problemas, olhe para eles como desafios e se desafie a superá-los, um por um.

Você é o único responsável pela sua felicidade. Se liberte do seu passado, esteja presente no presente, passado é lição, presente é ação e futuro é colheita.

Faça e olhe para tudo com amor porque quando você faz o que precisa ser feito e olha para um problema com amor, ele fica pequeno e as soluções brotam como água limpa do solo fértil.

Se você acredita que precisa de ajuda para se libertar da personalidade sabotadora, me chame no direct @rhamuche, eu posso te ajudar.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar.

* Imagem: Reprodução/Instagram @negodoborel

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.