“Entenda…Dessa vida você só leva uma muda de roupa e nem é você que escolhe”.

Iara Fonseca

“A vida é curta!”

Quantas vezes já ouvimos isso?

Muitas né?

E mesmo assim, sabendo que a vida passa rápido, e que nem sequer poderemos prever quantos dias teremos a mais, para aproveitá-la, passamos os dias contando as horas, os minutos, e os segundos, insatisfeitos e medrosos, desprezando a beleza das coisas simples, a riqueza dos pequenos momentos, como se isso tudo fosse ser eterno.

Alguns são até capazes de rezar para que o dia termine logo, para que o expediente chegue ao fim.

Outros, desejam ininterruptamente que chegue o fim de semana para poderem descansar, e muitos vivem a contabilizar os “vinténs”, dominados pela avareza e pela ganancia que os deixam cegos quando acreditam piamente que precisam acumular mais e mais riquezas.

É meu amigo, deixa disso que a vida é curta. E daqui não se leva nada! Muitos já devem ter dito isso a você!

Mesmo que você seja um daqueles céticos inveterados que não acreditam em nenhum tipo de energia criadora, e possui a total certeza de que do pó viemos e para o pó voltaremos, mesmo assim, e até por isso, você deveria pensar em aproveitar mais os seus dias, ao invés de guardar tanto dinheiro no banco.

Sabe por quê? Assim que você voltar para o pó de onde veio, o seu dinheiro continuará lá no mesmo banco, e será disputado por muitos que nem sequer perderam todo esse tempo que você gasta hoje, trabalhando, para conquista-lo.

E se você demorou 50 anos para acumular, eles gastarão tudinho antes mesmo que as próximas gerações com seu sobrenome pomposo possam chegar!

Você pode pensar que possui o controle de tudo, que a baixo de você existe um exército de funcionários e que a cima de você, não existe “quase” ninguém.

Seu objetivo pode ser chegar ao topo do mundo, mas o “topo” não existe, as possibilidades não se extinguem, e essa é uma ilusão que você escolheu viver. É apenas mais uma utopia que você criou para poder viver o vazio existencial que dominou completamente a sua alma.

Nada te satisfaz, nem o mais alto cargo, nem o maior poder, nem a mais bonita das mulheres, mesmo podendo comprar a beleza e a juventude eterna, nada, preenche a sua alma. Porque te falta o básico: aprender a amar.

Meu amigo me escute, absolutamente nada será capaz de fazer brotar a verdadeira felicidade dentro do seu coração se você continuar acreditando que apenas será feliz se conseguir acumular o que quer que seja, ter mais do que quem quer que seja. Porque ter não faz ninguém feliz!

LEIA MAIS: “Acordar é a melhor razão para ser feliz. Não importa a cor do céu. Quem faz o dia bonito é você. Sorria e Agradeça”!

A única forma de viver plenamente feliz é ser mais do que se é!

Ser mais justo, ser mais honesto, ser mais humilde, ser mais caridoso, ser mais amoroso, ser mais dedicado, mais carinhoso, prestativo, generoso, amoroso, e ser muito, e muito, e muito mais grato… por tudo que a vida oferecer!

Só assim você poderá um dia se despedir da vida, vestido com a roupa que você não escolheu, e com a sensação de missão cumprida, com o peito aberto, coração liberto, e enfim, poder descansar em paz!

Só quando paramos de contar os dias, as horas, os minutos e os segundos, só quando passamos a nos bastar, a nos sentir satisfeitos com a vida, só quando paramos de temer o que quer que possa acontecer de errado, só quando passamos a prezar pela beleza das coisas simples, dando valor a riqueza dos pequenos momentos, conscientes da fragilidade da vida… Só aí, só quando chegarmos nesse ponto, estaremos prontos para sentir a verdadeira felicidade, e então, perceberemos que para alcançarmos isso, o acúmulo de dinheiro não se fez necessário.

Frase título: @rhamuche

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!