Às vezes, o melhor a fazer é sair de cena, recolher os cacos e se reinventar.

Naquelas horas que você não consegue pensar direito porque as suas emoções estão desequilibradas, naquelas horas em que nada parece fazer sentido, o melhor a se fazer é se recolher.

Não se trata de se afastar de tudo e se excluir do convívio social de maneira definitiva, não é sobre isso.

É sobre se dar um tempo merecido, é sobre se acolher para compreender melhor os próprios sentimentos.

É sobre não se desesperar, respirar fundo e atender as próprias necessidades.

É sobre parar de buscar ajuda nos lugares e com as pessoas erradas.

É sobre juntar os cacos, se refazer, e voltar a ser inteira.

É sobre olhar para si mesma com carinho, compaixão e misericórdia.

É sobre reconhecer os erros e os defeitos que estão te levando a aceitar menos do que você merece.

É sobre olhar para o que realmente importa pra você e parar de dar importância para quem não vale a pena.

É sobre soltar a cruz e parar de se martirizar com coisas que não são possíveis agora.

É sobre aceitar os nãos da vida, e olhar para eles com resiliência para traçar uma nova rota, mais leve, mais feliz…

Como disse, certa vez, um sábio “A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos”.

Escolha se aplaudir, escolha comemorar as suas pequenas conquistas, escolha vibrar em uma frequencia mais elevada, escolha celebrar a vida enquanto há tempo.

O sofrimento que você alimenta, sufoca os SEUS dias e invalida a SUA vida.

É chegada a hora de dar um basta nessa negatividade que te faz viver uma vida miserável.

É hora de se comprometer com a sua felicidade.

Se dê esse tempo. Pare de complicar tudo. Acredite que é possível acessar um campo de infinitas possíbilidades.

Se você não consegue perceber nada de bom em sua vida, talvez, o melhor a fazer agora seja sair de cena, se recolher, para se reinventar.

Se precisar de ajuda para superar essa fase, procure ajuda profissional, envie um direct para @rhamuche e agende uma consulta.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar. Foto de Kristin Wilson no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.