Ricardo Boechat criticou a intolerância religiosa e citou pastor que, na sua opinião, representa a fé evangélica!

Iara Fonseca

Ricardo Boechat criticou a intolerância religiosa e citou pastor que, na sua opinião, representa a fé evangélica!

O desastre que encerrou a vida de um dos mais ilustres comunicadores que já passou por esse planeta, ainda queima… ardente em muitos de nós!

Boechat sempre foi despudorado, destemido, e prezava pela liberdade de expressão!

Falava na lata o que muitos escondiam!

Não temia represálias e colocava sempre à frente às necessidades e os interesses da população em detrimento a ganância dos poderosos que apenas buscam benefício e enriquecimento próprio!

Nessa ocasião, ele criticava os intolerantes religiosos, que encontram em determinadas igrejas, “guarita” para suas perturbações psicológicas!

Quando mencionou o seu repúdio, imediatamente foi criticado pelo pastor Marcos Feliciano via Twiter, e ao saber da crítica, o jornalista se manifestou com veemência!

Sem papas na língua, soltou o verbo, e até se deixou levar pela raiva ao verbalizar de maneira enfática o que pensava!

Verdadeiro e categórico, nunca deixava passar “batido” qualquer oportunidade de desmascarar quem quer que fosse!

A vida nos fornece as peças, mas muitos não estão preparados para encaixá-las! Ele estava! Sempre esteve!

Deixo aqui essa gravação feita por ele para a BandNews para aqueles que são fãs e para aqueles que só vieram a conhecer a integridade desse homem, depois da sua morte!

Assistam e deixem aqui a sua mensagem de amor a ele! Para que sua alma seja amparada e para que ele sinta que a sua vida não foi e nunca terá sido em vão!

E que tenhamos todos a mesma clareza para não aceitarmos, de nenhuma maneira, que a intolerância religiosa gere mais violência em nossas vidas!

ASSISTA AQUI

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, poeta, educadora social, fundadora e editora de conteúdo do Rede de Ideias: PRODUÇÃO DE CONTEÚDO. Seu interior é intenso, sempre foi, transforma suas angustias em textos que ajudam muito mais a ela própria do que a quem lê. As vezes se pega relendo seus textos para tentar colocar em prática aquilo que, ela mesma, sabe que é difícil. Acredita que viemos aqui para aprender a ser, a cada dia, um pouco melhor, para si mesmo, e para o outro!