Quer muito uma coisa? Pare de pensar nela! Não se preocupe, apenas confie!

Bruna Stamato

Quer muito uma coisa? Pare de pensar nela! Não se preocupe, apenas confie!

Quem muito pede é porque não tem. A verdade é essa. O Universo é uma rádio com várias estações, e nós sintonizamos e recebemos os sinais de acordo com a frequência emitida.

Não dá para querer ouvir a frequência 99 fm, sintonizado na frequência 79 am. Desta forma conseguimos compreender um pouco melhor como funciona a Lei da Atração.

Nós somos seres vibracionais e tais vibrações sintonizam nos canais Universais! Não podemos atrair frequências do amor, se estamos sintonizados na frequência do medo, por exemplo.

Não podemos atrair abundância, na frequência da escassez.

E quando pedimos, imploramos, nós nos colocamos automaticamente na frequência da falta, do desespero. Focamos no que está nos faltando, logo receberemos mais e mais disso, de FALTAS, porque o desespero e o medo são energias poderosas e vibram fortes, então o Uni nos manda mais coisas e situações condizentes com essa vibração. Desta forma nos tornamos mendigos energéticos e fica um tanto difícil sair dessa situação; tudo se torna uma bola de neve gigantesca.

Um bom jeito para sairmos dessa zona de desconforto é nos retirarmos da posição de Vítimas e nos colocarmos em posição de ataque. É assumirmos os riscos, os erros e as responsabilidades. E fazemos isso muito bem quando nos damos conta de que ninguém é um fantoche controlado por uma força desconhecida, à mercê do destino.

Você quer muito um amor? Vive pedindo e se lamentando por não ter um amor? Seu coração dói quando você vê casais felizes e você pensa a todo instante que o amor não é para você, que é um baita golpe de sorte e que você não tem SORTE no amor? Então você é um mendigo afetivo.

Quando você se deixa abater e se decreta um derrotado pelo desemprego, pela falta de dinheiro, sente-se engolido pelas dívidas e pensa que não tem jeito de sair disso e que a vida é assim mesmo, você decreta sua falência pessoal.

Quando você quer muito um carro ou um computador, por exemplo, e sente inveja de quem consegue comprar e fica martelando o tempo todo que você queria* um carro, em como seria feliz com esse carro… e se pergunta “Será que um dia conseguirei comprar esse carro?”, você está na frequência da dúvida e inveja, são sentimentos que geram raiva e que não sintonizam nada de bom.

Aí você lê sobre Lei da Atração e começa a visualizar diariamente seus objetivos e fica mais ansioso a cada dia que passa, esperando que tudo se concretize e, então, chega uma hora em que você fica de saco cheio, com raiva, achando tudo uma baboseira e se convence de que a Lei da Atração não é para você. Você é um azarado mesmo, vai ter que ralar e sofrer muito para SOBREVIVER.

Isso está acontecendo com você?

Vamos lá… para começar, tire os verbos do passado e passe a usá-los no presente. Falar “eu queria muito esse carro”, “eu seria muito feliz se tivesse feito aquela viagem”, passam a ordem ao cérebro que já foi, que a chance passou e que você não quer mais, não é um desejo atual.

Mude para afirmações positivas e no presente: “Uau! Eu quero muito esse carro!” “Nossa, sou feliz por fazer essa viagem dos meus sonhos!”, “Eu sou grato por esse emprego, que eu quis tanto e consegui!”. Comece a trazer suas emoções para o agora. Tire-as do passado, mas não as leve para o futuro, o futuro ainda não existe, portanto, não passa de um sonho e o passado já não nos pertence, não podemos mais modificá-lo. Só temos controle sobre o hoje.

Em segundo lugar, desapegue.

Parece muito contraditório dizer para você desapegar de algo que você tanto almeja, mas acredite, desapegar é um ato de fé.

Você se preocupa com o oxigênio? Se eu lhe perguntar se você economiza respirar e suspirar, o que você me responde?
Espere aí… você nunca economizou respiração?! Está gastando oxigênio assim, deliberadamente?! Mas e se acabar daqui a pouco?

“Não seja ridícula!” – Você vai me responder.

Você não se preocupa com isso porque você sabe que o oxigênio da Terra não vai acabar nas próximas horas ou dias. Isso não é um problema para você. Então isso passa despercebido em sua vida… você coloca toda sua atenção e foco onde? No que o preocupa.

A Lei da Gravidade, o oxigênio, o amor materno, são exemplos de coisas que não nos preocupam, justamente porque CONFIAMOS que elas não deixarão de existir de uma hora para outra. E isso independe da nossa vontade, não são passíveis de opinião. Ninguém *ACREDITA* na Lei da Gravidade, isso não é uma discussão (risos!), ela existe e ponto, segue o baile.

É exatamente isso que eu quero que você faça com a Lei da Atração, vire a chavinha mental do modo “Acreditar” para o modo “Confiar”.

Acreditar é passível de mudanças de ideia, de força de vontade, de humor. Todos nós acreditamos em monstros e bruxas quando éramos pequenos… alguns de nós acreditam em vida alienígena e outros não. Cada um de nós tem suas próprias crenças, mas as Verdades Universais independem da individualidade.

Quando você acredita, você está suscetível à dúvida, à indução, à mudança de ideia, mas quando você CONFIA, não. Confiar é intrínseco e incondicional.

Você quer muito um amor?! Pare de focar nisso. Apenas se alegre com a ideia de ter um amor e então, solte. Jogue ao Universo! Desprenda-se!

Ter um amor não pode ser uma preocupação na sua vida, tem que ser motivo de alegria e gratidão! Se você não se preocupa com isso, é porque você já tem… e se você já tem, você sabe que existe, você… CONFIA!

Então CONFIE que o amor é uma energia abundante do Universo e dessa forma você vai sintonizar na frequência do amor.

Pare de se preocupar e de se sentir ansioso porque os clientes não vêm até você. Ansiedade é proveniente da dúvida e, se você confia, você não tem dúvida. Comece a agradecer pelos clientes e sinta a felicidade que você tem em atendê-los. Como isso é bom! Como é prazeroso! Você ama isso! Isso não é uma preocupação na sua vida.

Tudo em que focamos, cresce. Se plantarmos 2 mudas de árvores e dedicarmos mais atenção, amor, água e luz solar em uma delas, ela vai desenvolver mais que a outra. Se malharmos o braço esquerdo mais que o direito, ficaremos com o braço esquerdo maior. É elementar.

Foque na alegria e na gratidão que você vai sentir quando conquistar seus objetivos e deixe esses bons sentimentos fluírem de dentro de você para o Universo!

Quer muito uma coisa? Pare de se preocupar com essa coisa. Sinta-a já concebida em sua vida! CONFIE.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Bruna Stamato
"Mãe, mulher, geminiana, maluca e uma eterna sonhadora!"