Quando você me deseja o mal, isso faz mal a você, não a mim.

Ninguém é obrigado a gostar de ninguém. Mas desejar o mal ao outro, mesmo que ele tenha te feito mal, é perpetuar o mal dentro de você.

Eu não sou perfeito, mas você também não é. Eu cometo erros, mas você também os comete.

O que leva uma pessoa a pensar que tem o direito de desejar mal a alguém, é o mal que existe nela.

Por mais que eu tenha errado com você, o meu erro se torna menor sempre que você escolhe me desejar o mal, porque o sentimento que você envia para mim, causará mais mal a você do que a mim.

Ninguém passa pela vida sem cometer um erro ou outro, justamente porque, somos seres imperfeitos vivendo experiências para o nosso aprendizado.

Sempre que eu erro, eu aprendo com o meu erro, mas sei que, muitas pessoas erram e não conseguem reconhecer os seus erros.

Me desculpe se as minhas escolhas não comungam com os seus desejos. Uma coisa é certa, da mesma forma que você não é obrigada a gostar de mim, eu também tenho o mesmo direito de não gostar de você. E está tudo bem.

Acontece que, existe uma grande diferença que nos separa. Quando eu não gosto de alguém, eu simplesmente me afasto. Mas você, infelizmente, passa seus dias desejando o mal, manipulando estratégias para me ferir, puxar o meu tapete e, percebo que, a minha felicidade te incomoda.

Sabe por que eu te incomodo tanto? Porque o mal não está em mim, está em você.

Esse texto é uma carta para todas as pessoas que desejam o mal para os outros, para todos aqueles que não querem e não conseguem ver os outros felizes.

Esse texto é para você que não é feliz porque fica alimentando o mal que te fizeram, dentro do seu coração. Saiba que, quanto mais você insistir nesse comportamento, mais difícil será para você se sentir bem com você mesmo.

Se você quer ser feliz, procure ajuda profissional para se libertar da dor e do rancor, porque o outro pode ter errado, mas é o que você guarda de sentimento em relação a ele, que te impede de se sentir bem. Me chame no direct @rhamuche e agende uma consulta individual.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar. Foto de Ben Tofan no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.