Quando tudo parece ter dado errado é a vida nos pedindo para mudar!

Somos uma geração encantada por sonhos desencantados. Buscamos fervorosamente objetivos que não fazem mais sentido, talvez fizeram um dia, mas hoje, não fazem mais.

Talvez eles cabiam nos sonhos daquela pessoa que a gente era, mas que já não somos mais. Talvez eram importantes quando ainda não tínhamos discernimento ou maturidade suficientes para fazer escolhas melhores.

Talvez porque não nos conhecíamos o bastante ou não nos antecipamos às possíveis distorções do mercado, muito menos, não conseguimos ser flexíveis como deveríamos.

No instante em que somos pegos de surpresa e vemos os nossos sonhos passados se deteriorarem feito papel, a falta de um plano B nos coloca em posição vulnerável e como num clichê de mau gosto, percebemos de um jeito brusco que só os fortes sobrevivem.

Insistir no plano A por anos a fio é a causa de sofrimento de muitas pessoas. Elas se tornam tristes e carregam o peso dos fracassos consecutivos que se transformam em uma frustração crônica. Isso se dá quando não conseguimos olhar para tudo o que não deu certo como lição. Quando não entendemos o poder que existe em aprender com os erros.

Não é humilhação mudar de rota e refazer os planos, mesmo que o objetivo final continue o mesmo. Porém, só pessoas resilientes entendem que o nosso poder está em saber mudar, em aceitar que a vida é feita de mudanças.

Passamos por momentos muito desafiadores, nunca antes vivemos dores tão profundas, mas foi possível perceber que aqueles que se reinventaram foram bem sucedidos e os que insistiram em permanecer presos aos objetivos passados foram engolidos por um sistema ambicioso, devastador, sanguessuga, que os transformou em meros espectadores do sucesso alheio.

Quando as coisas parecem difíceis demais, quando elas não dão certo mesmo depois de muito esforço, sentimos uma vontade enorme de jogar tudo pro ar e seguir livres por aí, mas não fazemos isso porque tememos essa liberdade. Queremos nos sentir seguros e, principalmente, desejamos pertencer a um lugar ou grupo.

Porém, a nossa alma lança aquela vontade de sumir, de sair pelo mundo desembestado com uma mochila nas costas, na tentativa de esquecer tudo. Mas o nosso erro é que, a maioria de nós, não para pra pensar o que de fato a nossa alma quer nos dizer com isso.

Nesses momentos onde a angustia existencial dá as caras, o nosso inconsciente, tenta nos forçar a parar e olhar para dentro. Mas só conseguimos isso no silêncio, na ausência do desejo mesquinho, acessando a verdade que mora na nossa essência amorosa.

No entanto, se continuamos mergulhados no barulho do mundo, consumindo desinformação, focando no que está ruim, não conseguimos parar para escutar aquela voz, que muitos chamam de Deus, outros chamam de alma, e os mais céticos nomeiam apenas de “nós mesmos”.

Para quem realmente valoriza a tal liberdade, um plano B, o C, o D e o F aparecem como soluções saudáveis e possíveis. Para quem se tornou rígido demais, a negatividade se instala e as coisas desandam de vez. É preciso se tornar responsável pela própria vida e parar de esperar que a solução venha de fora.

A liberdade é, na verdade, uma sensação que vem de dentro, não é aquela ideia iludida de que poderemos agir de acordo com as vontades do ego.

Essa reflexão me fez lembrar dos pensamentos de Jean-Paul Sartre, quando diz que o homem não é a soma do que tem, mas sim a totalidade do que ainda não tem, do que poderia ter, ou ideias do tipo:

“o homem deve ser inventado a cada dia”, ou até, “és livre, escolhe, ou seja: inventa”.

Se me permite um conselho: Quando tudo parece não ter dado certo, olha para esse tudo com compaixão e aprenda com os erros que você cometeu, mude o foco do fracasso e olhe para a sabedoria contida em cada situação que você viveu. Não se isole! Nâo pare de semear boas sementes, mas busque solos mais férteis, eles existem!

Deixe ir os pensamentos sabotadores que te dizem que você não consegue, que você não é bom o suficiente, que existem pessoas infinitamente mais preparadas que você, que tudo sempre dá errado, que nada, nem ninguém te ajuda… Muda o foco!

Olha para quem está do seu lado, foca em quem te ama, honre os seus anscestrais, os talentos e as qualidades deles, traga a força da sua família de origem para a sua vida profissional. Mesmo que você tenha muitas críticas em relação a eles, dissolva todas elas com a gratidão pela vida que eles te deram e faça a sua vida valer a pena!

Nada será melhor para você daqui para frente se você não se permitir mudar para ser melhor do que você foi ontem!

Permita que a luz entre e renove as suas baterias internas! Acolha as suas sombras e seja gentil com você! Não exija que os outros te mostrem o caminho para a felicidade, ande observando a beleza que existe em tudo e você conquistará por si só a sua felicidade.

Tem um trecho de uma música que eu sempre lembro que diz assim: “Dona de bons pensamentos tem o dom de clarear”… pois é assim que acontece!

Cultive bons pensamentos, mude o foco do que deu errado para as lições e aprendizados que você consegue perceber em cada situação e passe a ver beleza em tudo o que te acontece.

Seguir pelo caminho da beleza é o que nos faz belos aos nossos olhos, e são eles quem nos levam para os melhores caminhos. Mudar é uma chave que a gente vira!

Não dá para chegar a um lugar que os nossos olhos não conseguem ver, não é mesmo? A não ser que a gente tenha uma profunda fé no invisível e aceite a guiança dos seres de luz!

Aprenda o poder que nasce da consciência da necessidade de mudar e verá maravilhas acontecerem em sua vida.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Iara Fonseca, jornalista, escritora, editora de conteúdo dos portais Resiliência Humana, Seu Amigo Guru, Homem na Prática e Taróloga. Para agendar uma consulta de Tarô Espiritual com a Iara, mande um direct para @ESCRITORAIARAFONSECA

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.