O seu ponto de vista não é uma verdade absoluta, é apenas a sua maneira de interpretar os fatos.

Iara Fonseca
o-seu-ponto-de-vista-nao-e-uma-verdade-absoluta-e-apenas-a-sua-maneira-de-interpretar-os-fatos

O seu ponto de vista não é uma verdade absoluta, é apenas a sua maneira de interpretar os fatos.

E se o seu maior desejo é sempre ter razão, infelizmente, os seus dias serão de sucessivas discussões. Você vai criar muitos conflitos por onde for e a frequência que você escolhe sintonizar é de sua estrita responsabilidade!

A razão que você busca ser comprovada e atestada pelo outro é mera vaidade do ego.

Seja mais um obreiro do bem!

Manifeste a sua verdade diante do seu amor, com atitudes que agregam valor e não destilando discórdias e querendo ter razão o tempo todo!

O seu ponto de vista não é uma verdade absoluta, é apenas a sua maneira de interpretar os fatos, que obviamente, vem do quanto você já desenvolveu a sua inteligência emocional e autoconhecimento, ou o contrário, vem da grande necessidade que pulsa em você de saber quem você é, sobretudo, aquilo que você não consegue ver!

Mas a falta de conhecimento sobre si mesmo faz com que você precise se auto-afirmar em cima dos outros. Faz com que você sinta a necessidade de desacreditar o ponto de vista do outro para sobrepor o seu. Esse comportamento faz com que você se sinta superior por um momento, só enquanto você estiver vencendo a discussão, mas logo depois você volta a se sentir vazio e sozinho.

Sabe por quê? Porque ninguém gosta e nem suporta ter um cobrador na porta o tempo todo, alguém que quer a todo momento impor suas vontades e dizer o que é certo e o que é errado.

Você percebe que muitas vezes, as pessoas concordam com você só para que a discussão termine? E acabam, muitas vezes, preferindo estar com outras pessoas ou em outros lugares para não ter que entrar em conflito com você?

Pare de querer ter razão o tempo todo, isso é desgastante para os outros e pra você. Cuide a sua vida, e use os seus conhecimentos nela, não force os outros a agirem da mesma forma que você agiria. Não queira doutrinar ou convencer quem quer que seja porque essa atitude é uma baita falta de respeito.

Deixe o outro pensar e agir como quiser desde que ele não esteja prejudicando ninguém, as escolhas dele são de responsabilidade dele, e servirão para que ele aprenda várias lições. Mas se você continuar intervindo desta forma impositiva, você só vai ganhar mais inimigos e as pessoas vão acabar se afastando de você.

Você precisa aprender a aceitar opiniões contrárias e refletir sobre elas, nem sempre o que deu certo pra você, funcionará na vida do outro. Nem sempre aquilo que você acredita toca o coração das pessoas, como toca o seu. Escute mais, e fale menos, você poderá aprender novas maneiras de agir e principalmente, poderá entender o verdadeiro significado da palavra “empatia”.

Se você fica nervoso quando alguém te contraria, ou quando uma pessoa discorda das suas opiniões, ou quando ela escolhe seguir por outro caminho, que não é aquele que você sugeriu?

Se você respondeu que sim é porque você ainda não sabe como gestar as suas emoções!

E como então eu devo administrar as minhas emoções? Eis a questão!

Buscando à sua luz interior e não se rendendo às sombras que te iludem e te fazem culpar e julgar os outros por tudo!

Quando o seu foco está sempre nas atitudes dos outros é um claro sinal de que você criou um personagem para viver a vida por você, personagem esse que não tem defeitos e que não admite que ninguém enxergue as suas limitações, mas na verdade, você só faz isso porque não tem a mínima noção de quem você é de verdade. E fica aí gritando para o mundo tudo o que você sabe porque você tem medo de descobrir que isso tudo que você quer provar, não vai mudar em nada o mundo ou as pessoas.

Quanto mais tempo você ficar se escondendo em uma fantasia de “super-herói”, ou em um personagem que “sabe tudo”, que na verdade não sabe nada, mais você se sentirá inferior e precisará ficar “cagando regra” por aí.

Você precisará olhar para si mesmo uma hora ou outra! Senão você vai acabar adoecendo a si e aos outros que, sem escolha, precisam conviver com você.

Escolha silenciar e fazer a diferença na sua própria vida. Se a sua vida for um exemplo a ser seguido, todos vão querer parar para te escutar, mas se você precisa aumentar a voz, criticar, apertar a ferida do outro para se fazer ouvir, então reveja seus conceitos porque a única coisa que você vai ganhar com isso é muitas energias negativas destinadas a você.

E essas energias negativas não purificadas por você acabarão de deixando extremamente irritado, você vai se ofender ou ficará irado com coisas pequenas, só porque não percebe o tanto que essa sua vontade de ter razão incomoda os outros.

Mas para você desistir definitivamente de tentar ter razão e ser feliz, apenas perceber que você age assim ainda é um passo pequeno, é necessário sim tomar consciência, acordar para a realidade de que as pessoas não estão dispostas a te ouvir, pelo menos não dessa maneira agressiva e impositiva e, que não é legal ficar forçando a barra dessa maneira, porém, você ainda precisará dar muitos outros passos para aprender definitivamente a respeitar as escolhas dos outros!

Mesmo que você não admita que você é essa pessoa, e permaneça inconsciente, essa irritação continuará impregnando os seus dias! E pessoas vão continuar saindo da sua vida! E conflitos eternos farão parte do seu cotidiano.

Você só não percebe que vive esse ciclo vicioso! Mas isso acontece o tempo todo! E quando você não percebe que age assim, e que é esse comportamento que está te colocando em estado de sofrimento, você passa os dias culpando e julgando os outros, e de repente, você adoece!

Ninguém adoece do nada. As doenças se manifestam depois de sucessivas invalidações dos nossos próprios sentimentos e das nossas reais necessidades.

Adoecemos quando estamos tirando o foco da nossa reforma interior e colocando o foco na reforma do outro.

Adoecemos porque estávamos agindo de maneira inconsciente, com as emoções desequilibras e com sentimentos negativos.

Porém, a maioria de nós não percebe que o motivo da doença dar as caras, seja mental, ou física, não é o agir do outro, mas são as nossas próprias atitudes, pensamentos e vibrações.

Quem não aceita e compreende isso simplesmente não consegue se curar.

É preciso retirar as várias camadas de negação de si mesmo para que enfim, consigamos nos despir do ego que deseja ter o controle de tudo e de todos.

Conseguiremos desenvolver o domínio sobre o nosso ego quando pararmos para analisar a nós mesmos e não aos outros.

Tudo é uma questão de se perceber! Respirar fundo e focar na sua própria luz!

Escolha ser resilente ao invés de querer ter razão, você verá que a sua vida vai espalhar suas cores de uma forma mais leves e que as suas palavras se tornarão mais agradáveis de se ouvir.

A sua verdade não é incontestável. Aprenda a refletir diante de tudo o que a sua boca fala. Ela pode estar mentindo para você.

Se precisar de ajuda para sair desse estado inconsciente e despertar para a beleza do seu próprio ser, me chame no direct @escritoraiarafonseca no Instagram, ou @iarafonsejornalista no Facebook, eu posso te ajudar.

8Foto de Igor Rodrigues no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Iara Fonseca
Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.