O amor é a força que move o mundo. Amor é criação, felicidade, paz, alegria, prazer, união. Não tenha medo disso!

Kassia Luana

Se o amor desperta seu lado vulnerável e isso te apavora, você precisa, por exemplo, descobrir qual parte de você ressoa com isso e do que você tem medo realmente

Quando nos tornamos maduros, mental e financeiramente independentes, tendemos a criar um mundo nosso. Rotina, horários próprios, hábitos alimentares… Descobrimos o nosso próprio modo de levar à vida de maneira feliz e segura.

Temos nossos métodos para tomar decisões… É muito interessante e prazeroso.

O número de amigos diminui porque você tem cada vez menos necessidade de número, prefere qualidade.

E só você sabe o quanto lutou para construir esta liberdade e paz. Para entrar neste mundo, tem que merecer!

E então, você se envolve emocionalmente com alguém e fica apavorado.

Onde essa pessoa se encaixa na minha vida?

Como vou lidar com este turbilhão de sentimentos?

E se isso abalar minha rotina?

Minha vida estava tão tranquila, calma, o que vou fazer com tudo isso?

Abrir-se para que o outro entre em nossa vida é deixar vir à tona as nossas sombras para, enfim, poder trabalhá-las.

Sombra é tudo aquilo que está oculto, escondido, que faz parte da nossa personalidade.

Muitas coisas que consideramos defeitos, coisas negativas.

E buscamos com todas as forças deixar estas sombras ocultas para não ter que lidar com elas.

Inevitavelmente, estas sombras fazem parte de nós. E são uma parte importante. O mundo é dual.

Tudo tem seu polo positivo e “negativo”.

Se fossemos perfeitos não estaríamos aqui na Terra. Acredite!

O contato com outro ser, com outro “mundo”, nos obriga a lidar com traços da nossa personalidade que muitas vezes não queremos ou gostamos.

E, por mais apavorante que seja ou pareça, é uma ótima oportunidade de trabalhar esses pontos e evoluir.

Por exemplo: se a pessoa te desperta ciúme e insegurança, você precisa trabalhar sua autoestima e autoconfiança;

Se ela desperta memórias de relacionamentos passados, você precisa resolver interiormente o que deixou em aberto nestes relacionamentos;

Se o amor desperta seu lado vulnerável e isso te apavora, você precisa, por exemplo, descobrir qual parte de você ressoa com isso e do que você tem medo realmente… E por aí vai.

Só não se permita deixar de amar.

O amor é a força que move o mundo. Amor é criação, felicidade, paz, alegria, prazer, união. Não tenha medo disso!

Você não vai perder a sua individualidade se amar. Não tenha medo! Fique tranquilo!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Kassia Luana
escritora, promotora de vendas e divulgadora Seicho No Ie (SNI). Apaixonada pela vida, acredito na auto cura, na gratidão e amor ao próximo.