“Lutar contra injustiças é bom. O silêncio diante do mal pode ser cumplicidade”, Leandro Karnal.

Me deparei com um post do Leandro Karnal e ele me fez refletir sobre a necessidade de agir com coragem e falar o que pensa diante de uma injustiça.

Muitas vezes, preferimos nos calar pois, sentimos medo da reação emocionada e agressiva que poderá vir de quem cometeu a injustiça.

Porém, por mais que devamos agir com misericórdia e compaixão diante do erro do outro, e dos nossos próprios erros, se não nos manifestamos em tempo, acabamos sendo conivente com o mal que fazem aos outros e a nós mesmos. E principalmente, se quem causou o mal, fomos nós, acabamos escondendo a nossa vergonha, fugindo a responsabilidade, e jogando a culpa nos outros.

Quando fazemos isso, não aprendemos com o nosso erro e voltamos a errar, mais cedo ou mais tarde.

Karnal continuou:

“Porém… existe a irritante autopiedade, um coitadismo que manifesta pena de si, sem ação concreta. São dois mundos: um é o que identifica o problema e parte para a luta; outro é o que reclama sem parar e quer que todos notem como é infeliz”, escreveu ele.

Humildiamente acrescento que, além da pessoa que sente pena de si, se vitimiza e se cala em seu sofrimento, e daquele que resmunga, grita ao mundo o quanto a vida é ingrata, existem aqueles que se corrompem e aceitam o mal como normal, se vinculam e propagam as mentiras que são compartilhadas como verdade, como se o melhor a fazer fosse sucumbir a famosa frase: “Se não pode vencê-los, junte-se a eles”.

Porém, os que prosperam são aqueles que escolhem “identificar o problema e parte para a luta”, como afirma Karnal.

O filósofo deixou um conselho:

“Ria mais de si, torne suas dores alavancas, evite o excesso de dramas narrativos e, acima de tudo, busque uma solução. Institua o dia de hoje como “um dia sem reclamar” e veja a diferença. Lembre-se: falar muito e reclamar nunca acalmou uma tempestade”, finalizou.

Acredito que o bom humor, a resiliência, a ressignificação das nossas histórias de dor e a conexão interior com o nosso guia espiritual, são as chaves que abrem as portas da nossa percepção para que possamos agir com coragem, de maneira assertiva e eficaz contra o mal que existe em nós, e contra o mal que vem dos outros.

Podemos sim, agir positivamente, mesmo quando o mal está em nós, basta que a gente o reconheça, que a gente admita que ele existe, e que a gente pare de culpar os outros pelas nossas fraquezas.

O mal não nos fará mal se a gente trouxer o antídoto para ele, assim que ele der as caras.

E o antídoto contra o mal sempre é o amor.

Muitos vão dizer: “Ah, mas eu não consigo amar quem me fez mal, e muito menos o mal que existe em mim”.

E eu respondo: É por isso que você sofre.

Porque amar, não é aceitar o que te fazem e machuuca, ou o seu comportamento autodestrutivo e ingrato. Amar é olhar para tudo isso que te fizeram ou fazem, e para tudo o que você vem fazendo, e trazer a lição, o aprendizado e a solução.

É perguntar a si mesmo e com o coração atento ou vir a resposta.

Qual é a solução para frear o mal que te fazem? Ir embora, se distanciar, impor limites, dizer não?

Se você for mais fundo dentro de você, vai acabar admitindo que você sabe qual é a solução, mas talvez, você não queira aceitar as soluções possíveis.

Talvez, você queira que o outro mude, quando quem precisa mudar é você.

Talvez, você quem precisa mudar a sua postura e a sua ação diante do mal que te fazem, e diante do mal que você alimenta aí dentro do seu coração.

Assim que você mudar sua estratégia, muitas coisas também vão mudar na sua realidade, porque o único responsável pela sua vida, é você.

SE VOCÊ ACREDITA QUE PRECISA DE UM DIRECIONAMENTO, DE UM CONSELHO, DE UM OLHAR MAIS PROFUNDO DIANTE DA SUA REALIDADE, ME CHAME NO DIRECT @ESCRITORAIARAFONSECA, E AGENDE UMA SESSÃO D AUTOEXPANSÃO. EU SEI QUE POSSO TE AJUDAR A MUDAR O RUMO DA SUA HISTÓRIA E VENCER O MAL QUE TE FAZ VIVER UMA VIDA INFELIZ.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Iara Fonseca, jornalista, escritora, editora de conteúdo dos portais Resiliência Humana, Seu Amigo Guru, Homem na Prática e Taróloga. Para agendar uma SESSÃO DE AUTOEXPANSÃO com a Iara, mande um direct para @ESCRITORAIARAFONSECA

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA, SEU AMIGO GURU e HOMEM NA PRÁTICA. Neurocoaching e Mestre em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram @escritoraiarafonseca .