Chega uma hora que, ou você aprende a impor limites, ou você adoece.

A escolha sempre é nossa. Porém, nem sempre estamos conscientes de que, quem precisa mudar, somos nós, não os outros.

Geralmente, passamos anos das nossas vidas nos lamentando, sofrendo as consequências das ações de outras pessoas, as quais, inconscientemente, permitimos. Fazemos isso, porque pensamos que são os outros que precisam mudar, não a gente. E essa postura no leva a alimentar pensamentos negativos, que geram sentimentos doentios.

E quanto mais alimentamos essa situação, mais fracos e dependente nos tornamos.

É preciso aprender a impor limites nas relações que nos machucam. Precisamos aprender a dizer não. Caso contrário, a gente adoece.

Quem não sabe dizer não para os outros, sempre diz não a si mesmo.

É preciso focar nos nossos valores, parar de tentar agradar a todos e começar a buscar outros grupos de apoio quando nos sentimos incompreendidos onde estamos.

Se a sua escolha for permanecer onde está, se não há, na sua visão, como se desvincular de pessoas, lugares e situações que te machucam, a solução é dizer claramente como você se sente, abrir o seu coração, sem ofensas e acusações, sem cobranças e exigências, apenas expor as suas necessidades e a sua decisão, diante de tudo o que te acontece.

Caso o outro não queira ouvir, caso a situação não mude, o melhor é redigir novos contratos, fazer novos acordos e listar o que você aceita e o que você não aceita mais.

Impor limites claros não vai impedir que o outro continue te ferindo, não vai fazer com que a sua realidade mude instantaneamente, no entanto, algo melhor vai acontecer: você vai mudar a sua postura diante de tudo o que vem acontecendo na sua vida. Você vai começar a fazer escolhas melhores daqui para frente. E quando você muda, tudo ao seu redor, acompanha essa mudança.

Porque quando você diz não a tudo o que te machuca, a vida diz sim a tudo o que te traz felicidade.

A sua energia muda, a sua vibração se eleva, e você passa a sentir o poder que existe em você. Um poder até então desconhecido, e que, ao ser percebido por você, te faz olhar para outras direções, que antes, você não conseguia enxergar.

Quando voce faz esse favor a você, o seu foco muda. Você começa a perceber que nada é sobre os outros, mas sim, sobre você. Sobre como você reage as situações, sobre como você lida com os sobressaltos da vida.

Você percebe que você é o seu próprio herói, e quando você se compromete com a sua felicidade, aqueles que te machucam ou machucaram, perdem o poder sobre você.

Se você não consegue impor limites nas suas relações, a sua vida vira uma roleta russa, você nunca sabe quando o próximo tiro irá acertar o alvo.

Não permita mais. Procure ajuda profissional. Me chame no direct @rhamuche e agende uma consulta individual.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar. Foto de Yunming Wang no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.