Boas atitudes não exigem talento, apenas, boa vontade!

Robson Hamuche
boas-atitudes-nao-exigem-talento-apenas-boa-vontade

Algumas atitudes são tão valorizadas quanto a própria experiência ou talento. Charles Darwin já dizia “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.

Pensando nisso, em quanto é importante se habituar a desenvolver boas atitudes, listei cinco que acredito serem as mais importantes e que exigem zero experiência ou talento, mas aumentarão consideravelmente as suas chances de ser contratado por uma boa empresa, receber uma promoção, e conquistar os seus objetivos!

Aprenda a desenvolver a METODOLOGIA PEFFF (Pontualidade, Empatia, Foco, Flexibilidade, e Fazer sempre mais). Essas 5 atitudes farão você ser notado e serão o seu diferencial no mercado de trabalho.

Pontualidade

Trata-se de uma prática que deve ser incorporada como hábito. Porém é um exercício que exige planejamento, antecipação e comprometimento.

Estar disponível no horário combinado demonstra respeito com o tempo do outro e seu poder de organização para estar presente naquele momento.

Claro que imprevistos acontecem, mas não devem ser a regra. Essa prática agrega valor à sua reputação perante os demais.

Empatia

Ser empático é ter a capacidade de se colocar, verdadeiramente, no lugar no outro.

No trabalho, essa atitude faz toda diferença, pois profissionais empáticos pensam na equipe e no bem-estar de todos, o que contribui diretamente para um melhor clima organizacional e felicidade no trabalho.

Foco

Ter foco na vida pessoal e profissional é muito importante, saber quem você é, quais são seus desejos e sonhos, assim como no trabalho, saber aonde quer chegar, estabelecer metas e trabalhar avidamente para realizá-las, demonstra que você possui uma capacidade de manter sua atenção plena e concentrada para cumprir seus objetivos.

Flexibilidade

Se existe uma única certeza, é de que as coisas vão mudar.

Tudo muda a todo instante.

A habilidade que o profissional tem de se adaptar a diferentes cenários, interagindo com maior facilidade e rapidez, com estas novas realidades, o fará sobreviver a todas as mudanças.


Fazer sempre “mais”

Ser um bom profissional vai além de apenas cumprir com suas funções diárias. Você será lembrado pelo o que fez a mais, isso o destacará dos demais funcionários que realizam apenas o necessário.

Por isso, para se destacar e não ser substituído, além de sempre fazer algo a mais, busque desenvolver atitudes que te levem ao aprimoramento e a qualidade nas entregas de seu trabalho.

Quer saber como colocar em prática essas 5 atitudes da METODOLOGIA PEFFF? Então vem comigo no meu perfil do Instagram tem muito mais dicas, além de séries de lives incríveis que vão te tornar um profissional muito mais capacitado para o novo mercado de trabalho.

E lembre-se: Boas atitudes não exigem talento, apenas, boa vontade!

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche. Foto de Tyler Nix no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Robson Hamuche
Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.