Seu maior inimigo é você mesmo! Que histórias você anda contando para si?

Fabiana Dainese Mauch

Você já parou para pensar que o que nos impulsiona na vida, seja para o progresso ou não, são as histórias que contamos a nós mesmos? Entenda-se por história que se conta a si mesmo, toda interpretação que fazemos dos fatos à nossa volta, a internalização dos mesmos, reflexão e consequente resposta.

A resposta vem em forma de atitudes, uma atitude tomada pode mudar o nosso destino, nos colocando no caminho do progresso ou não. É o livre arbítrio, algo aconteceu, como você interpreta, internaliza, reflete e responde depende somente de você!

Seu maior inimigo está dentro de você!

A forma como você decide agir, repercute na Lei da Atração, suas atitudes e pensamentos atraem os acontecimentos para sua vida. O livre arbítrio e a Lei da Atração andam juntos, um é consequência do outro.

Quando você se depara com uma situação ou fato, após o processo que lhes descrevo, você conta uma história para si mesmo, essa história tem tantos argumentos reais, é tão forte em alguns casos, que você passa a ter tua opinião formada, você se torna irredutível. Você tem uma conclusão a respeito desta história e suas atitudes são baseadas nela.

Podemos pensar em inúmeros exemplos, comuns, que estão acontecendo à nossa volta a todo o momento.

Outro dia eu fiquei preocupada com alguém que não chegava em casa, saiu para ir a um determinado lugar que seria muito rápido, mas não chegava e não avisou. Eu liguei no celular insistentemente, sem resposta, chamava até cair. Quais eram os fatos? Os fatos eram: aparente demora, celular não atende e só.

Eu contei uma história terrível à mim mesma, de tragédia, era tão forte que me causou palpitação, um sofrimento absurdo e desnecessário. Porque pensamos sempre primeiramente no pior? Chegou depois de um tempo, passou em outro lugar e não avisou, celular no silencioso. Por mais que coisas boas quisessem povoar a minha mente, a minha história negativa não me permitiu!

E quantas vezes você deixou de fazer algo ou ousar, por contar uma história de insucesso à você? Por contar à você a história de que você é incapaz! Isso te barrou, te impediu, te privou!

Por outro lado, quantas vezes você se afastou de alguém ou nunca se aproximou, porque contou a si mesmo que não seria bem recebido ou aceito? Ao invés de investir com toda a sua energia nessa troca de olhares, conversa ou seja lá o que for…

Obviamente que até o processo de nos contar histórias ruins, que nos fazem progredir em um ritmo muito mais lento, fazem parte do processo de amadurecimento e aprendizado.

No final do dia, se você só fizer o que sabe, nunca será nada além do que já é! Não deixe que as histórias que você conta à si mesmo te deixem estagnar na sua zona de conforto! Seu maior inimigo está dentro de você!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Fabiana Dainese Mauch

Apesar de apaixonada por filosofia, psicologia e relações humanas, estudou e trabalha na área de exatas, encontrando na escrita uma forma de se aproximar de suas paixões. Ama pensar sobre a vida e o que podemos fazer para melhorar o mundo e a nós mesmos.


COMENTÁRIOS