Se te jogarem ódio, devolva amor por pura provocação!

Fabiana Dainese Mauch

Hoje em dia é muito comum presenciar ou ler demonstrações de ódio ou raiva, através de ofensas e ataques, exteriorizadas de maneira grosseira, vil e gratuita. E tudo por quê? Porque as opiniões divergem! Quando as opiniões divergem, algumas pessoas sentem necessidade de combater a opinião alheia, defendendo sua própria opinião com unhas e dentes, enquanto atacam e ofendem o outro, como se sua opinião fosse a única possível e a opinião do outro fosse uma aberração, algo completamente equivocado, merecedora de dispêndio de tempo e energia por parte de quem combate. O combate é duro, o objetivo é provocar, satirizar ou diminuir e ao final tudo para que? Para combater, provocar e aguardar o revide alheio.

Me pergunto qual é o objetivo de quem combate? Mudar a opinião do outro? Se achar melhor que o outro? O que lhe dá o direito a ofensa? Quando a falta de educação impera, o mais sábio é ignorar ou devolver amor se o seu coração permitir…

Tem gente que adora provocar, só para ver até onde vai o outro, alguns até parecem que saem de casa para promover a discórdia. É aí que o revide deve ser o amor, por pura provocação ! O que é a pura provocação? Significa provocar o ódio e transformá-lo em amor, significa que alguém ao emanar ódio está esperando a retribuição na mesma moeda, mas se surpreenderá e se frustrará com o amor como resposta. Logo o ódio tenderá ao enfraquecimento e estará fadado à extinção! Não existe ódio que prossiga fortemente após a demonstração provocativa do amor! O ódio será no mínimo enfraquecido, não encontrará condições favoráveis para sua progressão. A pura provocação do amor como resposta, pode vir em forma de uma resposta polida, um pedido de desculpas inesperado ou simplesmente o silêncio. Existem várias formas e cada um deve encontrar a sua.

Escrevi um texto sobre uma experiência com Deus. Vi opiniões divididas e alguns levando a discussão a “ferro e fogo”, questionando a existência de Deus e dizendo com todas as letras que Ele realmente não existe. Os textos são sempre convites reflexivos a quem quer que possa fazer sentido. Somos 7 bilhões de seres humanos na Terra, com certeza há que se ter espaço para diferentes opiniões e crenças. Por quê não podemos conviver uns com os outros de maneira harmoniosa, mesmo tendo opiniões divergentes? Quer acreditar? Acredite! Quer ser ateu? Seja! Vamos aceitar a opinião alheia sem ter necessidade de combatê-la ferozmente.

Repito, Somos 7 bilhões de seres diversos. A diversidade é vida, mas se não podemos aceitá-la nas coisas mais simples, imagine nas coisas mais complexas? Que Deus abençoe o mundo e o que virá daqui em diante.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Fabiana Dainese Mauch
Apesar de apaixonada por filosofia, psicologia e relações humanas, estudou e trabalha na área de exatas, encontrando na escrita uma forma de se aproximar de suas paixões. Ama pensar sobre a vida e o que podemos fazer para melhorar o mundo e a nós mesmos.

COMENTÁRIOS