O PREÇO E O PRÊMIO DE SER AUTÊNTICO!

Businessman shooting star.

Você é livre? Você efetivamente é livre? Para viver como quer ou para ser quem você realmente é? Se a resposta é sim, parabéns! Você sabe quais os prêmios de ser autêntico, mas também sabe o preço que paga por isso. Mas se a resposta é não, não se culpe, você não é o único, pelo contrário, quase todas as pessoas não são autênticas o tempo todo, e algumas não são em momento algum.

Na verdade o mundo ao nosso redor se adaptou as gerações que foram passando, antes simplesmente obrigavam as pessoas a seguir um padrão, mas com o tempo isso foi deixando de funcionar, e começaram a adotar outra tática, começaram a “vender” para as pessoas a ideia de que elas são como elas querem ou que elas levam a vida que querem ter.

Vemos isso o tempo todo nos programas de Televisão, na Internet, nas propagandas e nas próprias pessoas. Não importa qual o seu “estilo de vida”, vão sempre ter um programa, um produto ou um ídolo para você copiar, comprar ou admirar.

Mas se você analisar, não foi você quem efetivamente escolheu, eles apenas venderam algo que falasse a sua língua, que se vestisse como você e que fizesse você se sentir compreendido.

As pessoas realmente autênticas não buscam isso, não buscam algo para se identificar, não buscam um grupo para fazer parte, ou um “estilo de vida” para se encaixar, elas apenas vivem suas vidas como desejam, e se sentem satisfeitas por isso. Sem se preocupar se suas vidas são perfeitas ou não, ou como as outras pessoas veem suas postagens nas redes sociais.

Pessoas autênticas muitas vezes são mais sozinhas do que gostariam, por optarem viver da sua própria maneira e muitas pessoas não conseguem conviver com isso, pois elas fogem de um padrão ao qual estamos acostumados, e isso faz com que elas percam algumas amizades e vínculos sociais. Mas essas perdas não vêm apenas no nível social, às vezes as pessoas autênticas sacrificam suas vidas financeiras por escolherem viver de outra forma, ou possuem horários e hábitos diferentes que as distanciam da sociedade que as cerca, e dependendo da vida que elas levam parecem viver em um mundo alternativo, separado da grande maioria.

Esse é o preço de ser autêntico, o preço é fugir do padrão e ter que lidar com isso, pois tudo em nossa vida tem consequências, por vezes essa luta por ter uma vida realmente verdadeira, que corresponda com seus valores e seus desejos, vai exigir muitos sacrifícios, mas tudo o que digo é que isso vale muito a pena.

Porque também existem os prêmios por ser autêntico, o principal deles é que você coloca fim aquela possível guerra interna que existe entre o que você faz e o que você gostaria, entre o que você mostra ser e quem você realmente é, então você passa a experimentar a incrível sensação chamada de “Paz Interior”, e eu garanto isso é simplesmente inesquecível!

Além disso, você começa a descobrir que a felicidade está nas suas ações diárias, no seu dia a dia, que só por viver verdadeiramente você pode ser feliz todos os dias, e que não é uma viagem, um produto ou uma festa que te trazem a felicidade, porque mais cedo ou mais tarde você vai voltar para a sua vida, para o seu dia a dia, e aí que você tem que sentir-se feliz e satisfeito.

Mas entenda, ser autêntico não quer dizer ter uma vida ideal ou perfeita, muitas coisas não vão sair como o planejado e muitas vezes você vai sim sentir-se frustrado, mas a grande questão é que quando pequenas coisas dão certo durante o seu dia, parecem sempre grandes conquistas, e cada um dos pequenos passos que você alcança faz tudo isso vale a pena, porque acima de tudo, você se sente realmente vivo!

COMPARTILHAR


Michel Mansur
Sou Psicólogo, e possuo formações também em Coaching, Programação Neurolinguística, Hipnoterapia e Orientação Profissional. Atualmente resido e atuo em Varginha-MG e realizo atendimentos online. Gosto de dizer que sou apaixonado por ajudar as pessoas a realizarem mudanças reais em suas vidas e que acredito no potencial infinito da mente humana.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS