Não coloque limites em seus sonhos, ponha fé!

Karol Pinto

Entregue-se de corpo e alma ao que você deseja: Deus e o universo darão um empurrãozinho. Nenhum obstáculo será grande o suficiente quando a sua vontade de vencê-lo ou contorná-lo for maior.

Quando queremos algo de verdade, do fundo dos nossos corações e essências, esse desejo passa a ser o foco de nossas vidas.

Tudo que fazemos, a forma como agimos, cada passo dado, visa a conquista desejada com todas as forças possíveis e impossíveis que temos.

É a velha máxima do tripé: “foco, força e fé”.


O foco é imprescindível para que não concentremos a atenção em situações negativadas, pessoas que não nos compreendem ou coisas desnecessárias e supérfluas. Para que não destinemos energia para aquilo que não é o objetivo principal neste momento.

Para que não nos percamos em supostas prioridades. Que não nos afastemos do prumo e do rumo.

A força, por sua vez, é o combustível, a injeção de ânimo, a motivação. É a explosão e a propulsão. É diretamente proporcional ao nosso desejo. Ou, ao menos, deveria ser.

Não adianta querermos algo visceralmente e ficarmos sentados de pijama no sofá, esperando que caia do céu, magicamente, sem movermos um único músculo para que isso aconteça.

E tem toda a magnitude da fé. Que nos faz acreditar em algo que não podemos ver ou tocar, apenas sentir. A certeza de que quando fechamos os olhos, para orarmos ou conversarmos informalmente com Deus, não estamos sozinhos.

Ao contrário, estamos em plena sintonia com o Criador e com o universo. É termos a sabedoria que montanhas não podem ser movidas em seu sentido literal, mas é possível que a removamos pela força da fé.

Assim, neste tripé que move a todos nós, que a coragem seja maior que os nossos medos e que a nossa força nos empurre para o caminho do bem.
E a fé? Ela se encarrega do resto…

Afinal, ter fé não é achar que Deus fará o que queremos, mas ter a certeza de que Deus fará por nós tudo o que precisamos.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Karol Pinto
Jornalista, balzaquiana, apaixonada pela escrita e por histórias. Alguém que acredita que escrever é verbalizar o que alma sente e que toda personagem é digna de ter sua experiência relatada e compartilhada. Uma alma que procura sua eterna construção. Uma mulher em constante formação. Uma sonhadora nata. Uma escritora que busca transcrever o que fica nas entrelinhas e que vibra quando consegue lançar no papel muito mais que ideias, mas sim, essências e verdades. Um DNA composto por papel e tinta.

COMENTÁRIOS