A geração de mulheres que não consegue se relacionar

Hudson baroni

O Tinder e outros apps nos fizeram ficar em prateleiras e vitrines pra escolha do cliente.

“Esse vai pro carrinho, desliza pra direita. Esse passou da validade, esquerda.”

A demanda é grande hoje em dia, tem produtos de todos os tipos, preços e valores.

Mas por que, com esse mercado todo, essa geração de mulheres não conseguem ninguém à sério?

A resposta é um tanto simples;

A mulher evoluiu, mas o mercado continua uma grande bosta.

Tem muito produto, é verdade, mas é uma grande seção de fertilizante.

É um mercado cheio de produtos até bonitos, mas sem muito valor.

Onde você precisa cavar muito pra encontrar algo que preste.

Não tem outro jeito, é na tentativa e erro.

Tem que vagar muito entre as seções do mercado até ver algo interessante.

De decepção em decepção até achar um produto melhorzinho.

E às vezes o produto é até bom no começo.

Mas começa a dar defeito logo depois que sai da loja.

A decepção é até maior nesses casos.

É criada toda uma expectativa de boa compra, mas lá vai você ter que devolver na loja.

A impressão que se tem é que todos os produtos bons já foram comprados.

Mas não é só em apps e redes sociais, essa sensação é no geral mesmo.

Talvez por essa mulher se achar muito boa (e ser) se tornou mais criteriosa.

Amadureceu, evoluiu.

Quer mais do mundo e mais da vida.

Quer alguém maduro e evoluído.

Que queira crescer tanto quanto ela.

Junto dela.

Mas isso tem sido difícil.

Então ela já está lá na frente, e ele com o pensamento e atitudes ainda lá atrás.

“Meninas sempre amadurecem primeiro que os meninos”, não é o que dizem?

Talvez por essa mulher ter se decepcionado no passado se tornou mais cautelosa também.

Pensa 20 vezes antes de deixar alguém entrar na sua vida.

Não tolera mais conversa mole, não admite ser enrolada e cozinhada.

Só quer alguém que seja sincero e tenha comprometimento.

É uma geração de mulheres que não querem pouco porque sabe que merecem muito.

E não vão aceitar qualquer migalha, nem implorar amor.

Mas isso tem sido difícil.

Então elas continuam se guardando e se protegendo.

Esperando que em algum momento alguém mude isso.

Têm sido difícil pra essas mulheres porque também têm sido difícil para os homens.

A verdade é que não tá fácil pra ninguém.

Muita gente se coloca, se vê e percebe os outros como algo descartável.

E enquanto relações descartáveis forem a maioria, encontrar alguém que não queira isso será raro.

O Tinder é um cardápio onde se pode transar com 10 ou mais pessoas num mês, por que escolheriam transar com 1?

Encontrar quem prefira qualidade invés de quantidade tem sido complicado em tempos assim.

Se colocar como uma opção especial e diferente de todas as outras deveria ser o suficiente.

Deveria.

Seja qual for a razão, está difícil pra essas mulheres conseguir alguém legal.

Parte da “culpa” é a evolução delas.

Outra parte da culpa é o crescente número de caras atrasados e que não servem.

E uma outra parte é de pessoas que descartam e se colocam descartáveis.

Mas uma coisa é certa:

A culpa não é de quem tem requisitos altos e espera o melhor.

A culpa é de quem não é capaz de ser bom o suficiente, por ele e pra ela.

Mas uma hora as coisas mudam.

Sempre mudam.

O amor vem para os dispostos, não para os disponíveis.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Hudson baroni
Tem 28 anos e quando for pai será o mais babão do mundo. Diferente da maioria, adora falar em público. Escreve um livro há 5 anos, não quer ser mais um “escritor de coisas melosas”, e escreve aqui sobre relacionamentos como se estivesse dando conselho para amigos, porque está.

COMENTÁRIOS