A gente oferece o que tem

Resiliência Humana

De todas as verdades que a vida me apresentou, eis uma das mais marcantes. Nós, literalmente, oferecemos o que por dentro carregamos. Você pode até sentir raiva e por alguns instantes e momentos perder o controle, falar o que não pensa, sentir o que não te pertence. Mas, ao final de tudo, pode acreditar, você só consegue oferecer ao outro e às situações nas quais é exposto, o que você tem.

Por isso não me permito ser contaminada por atitudes mesquinhas de pessoas de alma pequena, pois o que elas trazem consigo são coisas que apertam e sufocam o espírito. Mas o delas… O que é uma pena. De verdade, eu sinto muito. Mas por mais que você queira ajudar, tem gente que não ouve, que não adianta falar e muito menos tentar algo. Só aprendem através das duras lições da vida. E olhe lá…

O fato, meu bem, é que precisamos ter muito cuidado e atenção com o que andamos refletindo por aí, pois nossas atitudes e gestos nada mais são do que a nossa alma e coração sendo revelados. Não espere muito das pessoas que são vazias do bem, mas, ainda assim, sempre que puder ofereça a elas o que em você transborda. Não espere recompensa imediata, verá que ela vem aos poucos, dia após dia.

Carregar coisas boas no peito e trabalhar na busca para que haja uma evolução cada vez maior, não é perda de tempo. É ganho de paz. Procurar a cada dia respeitar o intimo alheio é plantar uma flor em solos cada vez mais secos e espinhosos. Não contribua para isso. Jogue a semente, regue, veja florescer o bem dentro de você e fora também. Seja luz, mesmo quando a escuridão das mazelas desse mundo quiser se fazer mais forte. Ofereça o que possui. E possua muita coisa boa!

VIAAna Luiza Santana
FONTEA soma de todos afetos
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS