Generosidade! FAZER O BEM SEM OLHAR A QUEM .

Conceito de generosidade

Generosidade é um conceito que deriva do latim generosĭtas e refere-se à inclinação (tendência) para dar e partilhar acima de qualquer interesse ou utilidade. Trata-se de uma virtude e um valor positivo que se pode associar ao altruísmo, à caridade e à filantropia.

A pessoa generosa quer partilhar, repartir ou distribuir aquilo que tem com outros menos favorecidos. O seu comportamento tem por base reconhecer as necessidades do próximo e tratar de as satisfazer dentro das suas possibilidades. Por exemplo: uma pessoa que janta num restaurante tem a possibilidade de ser generosa e deixar uma gorjeta relevante ao empregado de mesa que a serviu. Se não o fizer, é possível que se trate de uma pessoa egoísta ou avarenta que não tem em conta a importância da gorjeta para o trabalhador e, por conseguinte, não lhe interessa o bem-estar do outro.

A generosidade não está unicamente associada ao dinheiro ou aos bens materiais. Um individuo pode ser generoso com o tempo de que dispõe e dedicar-se a causas solidárias, sem pedir nada em troca. Cuidar de um doente, limpar uma praia, acompanhar pessoas idosas ou dar abrigo a um cão que tenha sido abandonado na rua são acções que também fazem parte da generosidade.

Pode-se dizer que a generosidade procura o bem-estar da sociedade. A pessoa generosa não pretende qualquer recompensa pelas suas acções, pois fá-lo por achar que é correcto e justo. Na linha deste pensamento, se todos os seres humanos fossem generosos e doassem parte dos seus recursos materiais ou abstractos, o mundo seria um lugar melhor.

 

Há uma Luz, há uma voz
Há uma chama dentro de nós
Tenha certeza é o calor de um ente superior
Se prestarmos atenção, Ele dirá ao coração:
Faça o bem não olhe a quem,
que o obrigado nem sempre vem.
Faça o bem pelo Amor de Deus,
Que a recompensa virá do céu.”

 

VIAConceito
COMPARTILHAR
Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia



COMENTÁRIOS