A amizade é o passaporte para o amor

Re Vieira

E a música do Nascimento já foi muito cantarolada por aí: ”Amigo é coisa para se guardar
debaixo de sete chaves, dentro do coração”. Mas nos dias de hoje o que é ser amigo pra você? É dar carona para a balada? É ter os melhores contatos? É sempre estar disponível para celebrar uma boa farra e na hora das dificuldades ele vai lá, senta ao seu lado, soletra meia dúzia de: – Poxa vida, também aconteceu comigo. – Poxa vida, eu entendo, sim, sim, é bem por aí mesmo. – Calma, calma, isso vai passar.

Mas foi vivendo na pele e trazendo as cicatrizes expostas que eu posso afirmar o que é ser amigo. Amigo é aquele que vai largar todos os seus programas preferidos, e se jogar no chão da sua sala para passar um final de semana inteiro vento maratona de: O Hobbit, ou O Senhor dos Anéis e Harry Potter, porque o outro precisa de você. Amigo é aquele que não bebe, mas que vai te acompanhar no PUB mais badalado apenas para curtirem uma boa agitação. Amigo é aquele que não sabe dançar, mas que vai fazer par com o amigo do carinha que você está afim.

Amigo é aquele que dorme sentado, passa frio, passa cola, mas ele permanece ao seu lado seja qual for a situação. Amigo é aquele que eu posso falar pra ele qualquer coisa ou sobre qualquer assunto, e não seremos interpretados errados, o máximo que pode acontecer é um sarrinho daqui até a formatura da faculdade, e que se arrastará para quando formos buscar os filhos na escolinha de futebol, e ainda lembraremos dos apelidos lá dá infância. Amigo é aquele que te empresta não só a roupa ou contigo divide um X-Burger, é ele que aguenta sobre como foi o seu dia, aconselha nos problemas do seu relacionamento mesmo que ele não tenha um.

Amigo é aquele que vai em 3 dias de festa seguido contigo mesmo que ele trabalhe no outro dia e talvez nem esteja tão afim assim, amigo é aquele que sabe que você tem medo de roda gigante, mas ele te faz subir em uma, e ainda fica te zoando até na hora de descer, mas depois ele simplesmente te abraça e você sabe que ali estava bom, simplesmente por estarem juntos.

Amigo não tem frescura e não precisa de horários, ele te faz passar vergonha, te chama de retardado, mas se outra pessoa ousar fazer o mesmo ele é o primeiro a te defender, amigo é aquele que espera seu horário de almoço apenas para estarem juntos, amigo é aquele que não mora na mesma cidade, mas sempre acha uma folguinha no calendário para ir te ver. Amigo é aquele que namora e antes mesmo de apresentar para a família ele apresenta pra você, amigo fala eu te odeio só por falar porque na realidade ele simplesmente ama você.

Ser amigo é programar uma viagem romântica e te incluir no pacote, é dividir a toalha, o pôs sol, e também as lágrimas, amigo é aquele que quando você cai em um buraco ele se mata de rir, mas depois ele estende a mão para te ajudar a levantar, e se alguém te olhar torto por causa da sua risada escandalosa ou seu jeito espalhafatoso, ele vai olhar e mandar a real: – O que é que você está olhando? Nunca viu não? Rala daqui velho.

Amigo é aquele ser que parece mais com o seu diário, ele sabe do primeiro beijo, da primeira transa, do primeiro coração partido, e até a data do aniversário da sua sogra, ele ajuda com a festa e fica depois para limpar toda a bagunça, ele pira com suas ansiedades, ele fica feliz pelo simples fato de você estar feliz, você pode ganhar uma viagem para Bósnia, e ele não poder largar o mestrado, você pode querer ir ao Apalaches e ele estar em plena recuperação cirúrgica, você pode decidir virar mochileiro e ele estar zerado de dinheiro, ele não vai, mas ele ajudará na escolha do hotel, da estrada, do itinerário, vai pedir foto de cada lugar, vai exigir que você descreva cada gosto, para que você mande postais, mesmo que seja fora de moda, e ainda vai te esperar com festa de boas-vindas para quando você decidir voltar.

Amigo aceita que você entrou para o time do sosseguei mesmo que ele esteja no auge do seu 1% safadão, ele vai fazer programas de casais e te chamar, e você jamais vai se sentir uma vela, ele vai te ajudar a escolher o nome dos filhos logo depois do primeiro encontro, mesmo que ele não seja adepto a relacionamentos, ele vai estar ao seu lado para qualquer que seja a emergência, mas acima de tudo, ele irá olhar para a sua vida sem um pingo de inveja.

Ele não vai se importar se ficarem uns dias sem se verem, mas ele logo irá matar a saudades, sempre com muita vontade de você, serão horas a fios sentados olhando para o nada e rindo de tudo, o tempo vai voar, anos virão, e você estará sentado no chão da sua varanda em uma tarde de julho esperando o sol nascer aonde irá explicar aos seus netos que amigos, não são apenas aqueles que passam por sua vida, mas sim aqueles que além de ficarem, suportaram a sua felicidade.

Uma pessoa comum almejará tudo o que você tem, um amigo de verdade tudo seu será dele e dele será seu, porque não é simplesmente por cumplicidade, é porque ali o amor decidiu abitar, e entre dois amigos a sua história decidiu parafrasear. E nessa vida existe dois tipos de amigos, os que eu carrego lado a lado e falarei sobre eles nas histórias para os netos antes de dormir, e aqueles que passam em nossas vidas para nos ensinar a nunca sermos como eles, afinal quem não é amigo não entende nada sobre amizade e tão pouco sobre o que aqui está escrito.

Amigo é tipo Eduardo e Mônica, arroz com feijão, alho e cebola, violão e nota dó, sem um, o outro perde o sentido, perde o sabor e perde a graça, desse tipo de amigos aqui é o que procuro me cercar, porque sinônimo de amizade para mim será sempre conjugado pelo verbo amar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Re Vieira
Re Vieira, guria apaixonada pela vida, escorpiana formada em direito, amante das palavras, ama café, gente divertida e vinhos, sou aspirante a escritora, louca de intensidade e sobrenome, tenho 27 anos mas perco a maturidade diante de um sorvete com gomas de mascar, me convidem pra beber e viramos amigos de infância.

COMENTÁRIOS