3 fatores mágicos que transformam qualquer dificuldade em potência de avanço.

Resiliência Humana

1) Ativar a Vibração da Alegria

Não existe absolutamente nada mais poderoso e próspero do que ser alegre.

O estado da alegria atua na nossa mente impulsionando sinapses neurais que banham todas as nossas células. E nesse estado, o nosso corpo ganha automaticamente o poder de interferir nos fótons (que é a luz que fica no centro de cada célula do nosso corpo).

Einstein já sabia disso na sua clássica fórmula:

E = m.c²

Ou seja:

Energia = massa (corpo) vezes a velocidade da luz ao quadrado.

A alegria tem a potência de ativar a velocidade da luz das suas células. E isso faz com que a sua energia se potencialize na atração do que você deseja.

É realmente bárbaro.

Estar alegre é uma decisão que tomamos na nossa vida. E decisão é uma ação.

Quantas coisas que te fariam feliz, você deixou de fazer por preguiça, acomodação ou vergonha?

Decida sempre pela sua alegria. Esse estado vibracional tem o poder de transformar a sua vida.

Esse é um dos 3 fatores mágicos. Mas existem outros 2 igualmente importantes!

2) Encontrar pessoas da mesma frequência

São muitas perguntas que eu recebo: “Maura, eu me sinto sozinha. Como acabar com a solidão?” ou “Maura, eu não me sinto pertencendo a nada!”…

Um dos maiores problemas que enfrentamos hoje é a dificuldade de estabelecermos conexões positivas. Falei no stories do instagram esses dias sobre isso (se você não me segue lá, é @mauradealbanesi).

Conexão positiva é a nossa capacidade de atrair relacionamentos baseados na essência e frequência.

Conexão positiva vai além de relacionamento amoroso. É a capacidade humana de interação genuína com qualquer pessoa.

E isso nos nutre de amor, compaixão e crescimento.

O ser humano é naturalmente grupal.

Nós precisamos nos relacionar para crescer.

A nossa mente é interconectada a todas as pessoas. Esse é um poder que ela tem. Eu, apesar de não ter encontrado pessoalmente TODOS os meus alunos, o que sempre falam na comunidade que temos é aquela sensação real de que já nos conhecemos profundamente. Isso porque estamos todos interconectados na mesma frequência.

Nós gostamos de gente. E gostamos mais ainda de pertencer a um grupo com o mesmo ideal.

O primeiro fator mágico é a vibração da alegria. O segundo é o poder de ter pessoas na mesma frequência próximas a você. Agora…

Imagine se você pudesse estar em um lugar onde todos estão sorrindo, na mesma frequência da alegria e do crescimento?

Grupos e Comunidades com o mesmo ideal aceleram a sua evolução e contribuem para o despertar do verdadeiro caminho do amor.

Alegria, Comunidade… e o terceiro fator é:

3) Fazer uma coisa diferente na sua vida

Você quer mudança na sua vida ou ela está perfeita do jeito que está?

Mudança é se abrir para coisas novas.

Sem o novo, não há movimento.

Sem o novo há repetição.

Sem o novo há estagnação da própria vida.

Nós somos seres que buscamos naturalmente experiências inovadoras. A nossa mente busca experiências que nos estimulem a realizar novas conexões.

A depressão surge quando a nossa mente se atrofia no passado e fica que nem disco furado, girando no já conhecido, alimentando as mesmas sinapses. Esse comportamento mental inibe a atração do novo. Por isso é uma doença: está no movimento contrário ao crescimento.

Fazer coisas novas, além de potencializar a sua mente e despertar a curiosidade positiva, é a maneira mais eficiente para entrarmos no fluxo da abundância Universal.

Estar no fluxo é atrair naturalmente a prosperidade em todas as áreas da sua vida.

Estar vibrando na alegria, fazendo completamente algo novo, e ainda por cima estar junto com outras pessoas é o caminho mais rápido e fácil para abrir portais mentais de forma milhões de vezes potencializada.

Isso é pura Lei da Interconexão!

A Festa A Eternidade da Vida é um chamado para as pessoas que querem dar um salto na própria evolução, de forma totalmente diferente, única e divertida.

FONTEMaura Albanese
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS