Você tomaria uma taça desse veneno todos os dias? O AMOR TÓXICO DE CADA DIA…

Luiz Mateus Pacheco

Você tomaria uma taça de veneno a cada dia?

Pense bem nessa pergunta, pois esta bebida é servida gentilmente numa taça fina e elegante, seu sabor é delicioso e muitas pessoas tomam uma dose desta potente substância tóxica todos os dias sem sequer dar-se conta disso. É o que vou mostrar para vocês.

Imagine você uma taça preenchida com uma deliciosa bebida de aspecto delicioso. Seu perfume é inebriante, atiça os sentidos, faz dar água na boca e invade o seu peito com uma violência lancinante, fazendo o coração disparar, a pele arrepiar de leve só de pensar em sorver o conteúdo precioso. Não bastando, você sabe que ela tem um sabor maravilhoso e adocicado, que envolve sua boca e seu corpo como se fosse uma canção com efeitos embriagantes que abraçam cada recanto do seu ser. Você sabe disso porque já provou. Essa maravilhosa bebida tem o sabor que você mais gosta no mundo, de uma maneira inexplicável e, depois de alguns goles, parece que você não pode mais viver sem. Só tem um problema: você sabe que ela é uma farsa. Sabe, porque o efeito dura pouco e, assim que passa, vem uma terrível dor de cabeça, vem o enjoo e uma tristeza desastrosa.

Essa substância é um veneno.

Mas um tipo especial de veneno: seus efeitos machucam o seu corpo de uma maneira delicada como um carinho, é até difícil acreditar que faz mal – mas você sabe que faz! Esse veneno não vai te matar na hora, ao invés disso, vai lentamente te destruindo e enfraquecendo, como se devorasse de dentro para fora.

Você tomaria uma taça desse veneno todos os dias só porque ele tem um sabor delicioso? Tomaria mesmo sabendo que te faz mal, que vai lentamente te consumir e viciar até o ponto onde vai parecer impossível se livrar dele?

Pense bem na sua resposta, porque muita gente toma um pouco deste veneno diariamente e pode estar agora mesmo segurando o luxuoso cálice vazio que bebeu sem perceber só porque ele foi servido por um elegante cavalheiro ou dama.

É desse veneno que bebe quem vive uma relação abusiva.

Ao deixar de vestir aquela roupa porque vai parecer vulgar na opinião de alguém, você bebe um gole dessa toxina. Ao permitir que escolha seus amigos, quando há possibilidade destes, você bebe mais um gole. Ao escutar insultos terríveis que laceram a sua alma, você bebe uma porção inteira e ao ser sufocado(a) pelo silêncio ou ignorado(a) em sua própria cama como se não valesse nada, você aceita injetar na sua própria veia! Às vezes você até mesmo toma sem perceber, quando aceitar carregar uma culpa enorme e pesada que o faz crer não merecer ser amado(a).

A cada vez que você bebe esta substância simplesmente por aceitar, ela não intoxica seu corpo, mas sua alma. Quando abdica de si, quando investe seu tempo e energia como se devesse algo impagável ao outro, mata um cantinho de si mesmo(a)! Quando não pode sequer reclamar porque vive um ambiente onde a ameaça é velada, engole pesados goles desta bebida atroz que vai envenenar seu coração.

Viver uma relação abusiva é beber uma taça diária de veneno.

Pense nisso!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Luiz Mateus Pacheco
Gaúcho, graduado em psicologia e estudante apaixonado das relações humanas e da pluralidade do amor. Acredita que este sentimento é sempre saudável quando é uma via de mão dupla e mútuo crescimento. Nas horas vagas, dedica-se a escrever sobre o amor e suas complicações na página Relações Perigosas no Facebook.