Você tem mania de romantizar migalhas? Então, esse texto é pra você…

Resiliência Humana

Por Ana Carolina Santos

“Buscar um relacionamento quando se está num alto nível de carência é como ir ao supermercado com fome, qualquer porcaria serve.”

Essa Tati Bernardi é minha deusa da literatura moderna. Fala umas verdades que só de ler a gente se liberta.

A gente tem dessa de achar que qualquer coisa é melhor que nada, quando “na crise” não podemos escolher muito. Ou agarra. Ou lamenta. E nessa de aceitar qualquer miséria a gente enfeita carnavais, romantiza o meio termo, aumenta o mais ou menos. Acha que encontrou o amor da vida – “Ah o amor genuíno, que magnífico! Dar sem esperar nada em troca!” – quanta ingenuidade, meu Deus. Dar sem receber é caridade, amor é troca contínua e genuína.

Mas, vem cá, alguém já te disse o que significa genuíno? Ou você ta lá suspirando pelas palavras bonitas de Jetsunma Tenzin Palmo, sem refletí-las?

Pois bem, genuíno é tudo aquilo que é verdadeiro, puro, excêntrico. O amor genuíno é merecimento da troca. Eu desejo a felicidade do outro porque ao nos relacionarmos, houve uma troca mútua de interesses, sentimentos e vibrações verdadeiras.

PARE DE ROMANTIZAR O DESINTERESSE! (Sim, isso foi meu subconsciente enviando uma mensagem para eu mesma também).

Existem dois sinais clássicos que marcam o limite “de municípios”: Ficar em cima do muro e te esconder.

Se um cara faz isso, foge. Tranca teu coração e esconda a chave. Sabe por que? Ele não está sendo genuíno.

O sentimento genuíno faz você sair de casa de moto num frio filho da puta, e atravessar a cidade só pra ver alguém. O sentimento genuíno faz você se doar só pra melhorar o dia de outra pessoa. O sentimento genuíno te proibe de pestanejar pra estar com o outro. Sabe aquele lance de quem quer faz? Então, é clichê, mas é verdade.

Esses dias eu assisti um vídeo de uma terapeuta holística e no vídeo ela cita um método pra saber o porquê você não realiza algumas coisas na vida. Basicamente você escreve uma lista de coisas que você acha que deveria fazer, depois pra cada uma dessas coisas você aplica a frase “eu poderia fazer isso, se eu realmente/verdadeiramente quisesse”. E você percebe que as coisas que você não faz, não são arquivadas por falta de recursos, mas porque você verdadeiramente não se sente à disposição em fazer.

Você merece alguém que te olhe com tamanha ternura que não te deixe dúvidas. Merece ser abraçada em público, beijada em público, sem o menor sinal de receio. Você merece ser assumida! Merece ser o amor da vida de alguém, alguém que não esconda o quanto é louco por você. Você merece ser amada, porque nós sabemos que assim sendo, você também não medirá esforços em se doar, em ser para o outro, em fazer o que estiver ao seu alcance só pra ouvir um “você melhorou meu dia” e aceitar isso como sua maior recompensa.

Você merece alguém que no dia do teu aniversário te mande flores, te peça em namoro ou casamento com bombons e um cartão. Você merece fazer aquela viagem pra praia e cantar na areia diante daquela imensidão… de amor, declarado em cada nota, cada tom, cada palavra. Você merece alguém que não tenha dúvidas sobre passar o resto da vida contigo. Merece alguém que não tenha medo de enfrentar o mundo por você. Você merece alguém que não te desvie dos teus valores, nem da tua boa conduta e que assim, valorize o trabalho árduo dos teus pais na tua educação.

Você merece alguém que desça do muro, te de a mão e saia por aí, dizendo pra quem quiser saber que você e só você, é a mulher da vida dele. Alguém que te respeite, que te seja altruísta, que acredite nos teus sonhos e queira vivê-los com você.

Você merece ser a mulher, a amiga e a amante de alguém, tudo numa só. E que ao ter, ele saiba reconhecer e ser grato por cada uma. Você merece ser a prioridade na vida de alguém.

Merece fotos no Facebook, check-in, almoços em família, receber música com dedicatória. Merece presentes e presença. Muita presença. Sempre que possível. Merece chocolate quente na cama, no sofá, ou tablete deixado embaixo do travesseiro. Merece a excitação da sexta a noite e continuar sendo interessante na segunda de manhã, mesmo quando deixar de ser novidade.

Você merece alguém que ore com você, independente da religião, e que te ajude a fortalecer a sua Fé. Merece alguém que ache as suas dores as maiores do mundo e que não hesite em dizer “eu estou aqui mesmo que tudo der errado”. Você merece alguém que diga que te ama, e que, principalmente, demonstre isso todos os dias.

Se alguém diz que te quer, que te ama, ou que está apaixonado por você, mas não toma uma ATITUDE para viver isso contigo, recolha seus sentimentos e mude de direção.

Aceitar menos do que você merece é viver de migalhas.

Seja genuíno consigo próprio.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS