Você merece a prosperidade!

Se viveu equívocos, perdas, desilusões, tudo bem, todos nós vivemos também, não deixe que isso vire o seu modelo de vida. Entenda: você merece a prosperidade!

Patricia Tavares

Selecionar a memória para lembrar aquilo que realmente importa é um enorme exercício de sabedoria e para possibilitar o bem-estar.

Com tantas coisas, tantas informações, vivências, poder escolher aquilo que faz você melhor, que lhe traz mais bem-estar é muito precioso. Em nosso cérebro, não existe a possibilidade de apagar coisas como em um HD, tudo é registrado e sem possibilidade de ser apagado completamente, portanto é muito importante saber escolher o que de fato se quer trazer ao pensamento, à sua vida presente, pois as memórias presentificam, revivem.

O que for ruim ou difícil é para ser trabalhado em uma terapia e não para ficar rememorando a qualquer momento e prejudicando alguém, fazendo-lhe mal, ativando hormônios que desarmonizam e prejudicam o seu bem-estar.

Acabe com isso, não se torture!

Se viveu equívocos, perdas, desilusões, tudo bem, todos nós vivemos também, todos passamos por isso, mas não deixe que isso o domine e vire um modelo de vida.

Não precisa se culpar ou se punir, liberte-se, porque ninguém passa ileso pela vida, todos nos machucamos e pode ser que também, em algum momento, tenhamos machucado alguém. Mas não deixe que, na sua vida, a “comissão de frente” seja a dor!

Nada é perfeito e brilhante o tempo todo. As quedas são grandes, mas existe muito amor, coisas lindas que também o cercam, protegem e amparam em uma vida que pode ser bonita, sim.

O afeto é maior que todo o mal, e é só comungar com ele, senti-lo mais presente em sua vida, em sua memória, querer mais o que é leve do que as coisas ruins.

Aproxime-se da libertação das correntes que o prendem aos grilhões do seu passado e de tudo de ruim que viveu.

O que é para ser bem guardado é o amor, os risos altos, os abraços apertados, o doce viver, os momentos felizes e simples, em que se vê o brilho nos olhos de alguém, o olhar de amor, o sentimento feliz de quando alguém olha para você e lhe diz: “Eu te amo!” e o quanto você é importante na vida dele.

Lembre-se de quando alguém o apoia, mesmo quando ninguém mais está ao seu lado, de quando alguém o protege, cuida de você e lhe dá as mãos e o agradece por você ser quem é. Lembre-se de quando você se sente muito bem, com muito amor e não precisa de ninguém para atualizar isso…

Traga à memória tudo aquilo que o impulsiona, tudo o que faz você vibrar e buscar o melhor da vida e de você: um beijo quente, um carinho bom, um sorriso terno, a boa palavra que precisava ouvir exatamente naquele momento para não desistir!

“A memória guardará o que valer a pena. A memória sabe de mim mais que eu; e ela não perde o que merece ser salvo.” (Eduardo Galeano).

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Patricia Tavares
Sou Psicóloga e Reikiana nível 2, trabalho há 19 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.