VOCÊ DECIDIU AMAR POR DOIS, AGORA, SANGRA SOZINHO(A)

Ivonete Rosa
voce-decidiu-amar-por-dois-agora-sangra-sozinhoa

VOCÊ DECIDIU AMAR POR DOIS, AGORA, SANGRA SOZINHO(A)

Desde o início, os sinais eram evidentes de que não havia reciprocidade, mas você decidiu apostar todas as fichas nessa relação.

Na sua ingenuidade, você acreditou que o seu amor faria milagres ao ponto de sustentar uma relação que depende de dois para funcionar bem.

A pessoa nunca fez questão de negar a indiferença dela, mas de certa forma, te mantinha ali à disposição para quando ela se sentisse na pior.

Nas raras vezes em que você manifestou alguma vontade de sair do barco, ele(a) te oferecia alguma migalha e, pronto, você interpretava aquilo como uma grande manifestação de amor.

Quantas vezes você se sentiu abandonado(a), hein?!

Com certeza já perdeu as contas. Você sempre se desdobrando e ele(a) só esnobando, fazendo pouco caso do melhor que você fazia.

O seu grande erro foi colocar ele(a) num pedestal que era para ser ocupado por você.

Era notório o seu medo de perder essa pessoa, aliás, medo de perder o que nunca teve, né?

Contudo, ele(a) deixava claro, nas atitudes, que você era um tanto faz na vida dele(a).

Numa relação equilibrada, ambos sentem receio de perder um ao outro. Essa preocupação é bilateral. Não existe isso de um lado ser endeusado e o outro tratado feito tapete.

Eu sempre digo que a solidão a dois é mil vezes pior do que estar sozinho(a), de fato.

Quando se está sozinho(a), você está livre e acessível para encontrar alguém que venha agregar.

Na solidão a dois, você se sente abandonado(a), tendo que implorar por um mínimo de atenção e ainda é percebido(a) socialmente como alguém comprometido, o que afasta as possibilidades de alguém se aproximar.

Eu sei da sua angústia de se olhar no espelho e se perguntar: e agora?

Como será o desfecho dessa história?

Está na hora de tirar o holofote de cima dessa pessoa e colocar sobre si.

É hora de buscar forças para se resgatar desse cativeiro. Dê a si mesmo(a) a atenção e o amor que você dá a quem não merece. Eis o segredo.

*Foto de Jacob Mejicanos no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Ivonete Rosa
Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.