Viver é um ato de… consciência

Não é a felicidade que faz a diferença, é a consciência.

Juliana Manzato

Despertar, conectar, encontrar um propósito, a verdade, enfim pouco importa quando tudo isso é tratado como caminho para evolução. E evolução é algo que tem me chamado a atenção.

Evolução, no meu ponto de vista, tem a ver com nossas escolhas. Na verdade, com a clareza de escolher aquilo que queremos manifestar na nossa vida. Tudo aquilo que você escolhe e faz parte da sua verdade se manifesta. E quando falamos em escolhas e verdade, existe algo bem importante, talvez a sua verdade não seja sua. Muito provavelmente, você comprou de alguém e tomou como sua, acreditando que aquilo seria bom para você. Será?

Será que precisamos nos apegar ao que é certo, errado, bom e mau, direita e esquerda, e outros tantos julgamentos que compramos simplesmente para sermos aceitos? Será mesmo que somos esses tantos fatores limitantes de ser uma coisa ou outra?

O julgamento do outro é o julgamento do outro. Do ponto de vista alheio, você pode estar errado, mas, e do seu ponto de vista?

Quando desconstruímos pontos de vista alheios, conseguimos escolher aquilo que realmente é nosso. Isso é a consciência divina, a conexão maior.

Eu sempre disse que “pessoas felizes não enchem o saco” mas, de um tempo para cá, ressignifiquei essa frase para “pessoas conscientes não enchem o saco”.

Não é a felicidade que faz a diferença, é a consciência. É a consciência de se tornar alguém melhor e livre de um ponto de vista que não é nosso. Quantas vezes deixamos de fazer algo que nos faria bem por causa do julgamento de alguém? Ou ainda, quantas vezes fizemos algo achando que seria bom para nós e, na verdade, o que veio foi a sensação de vazio porque escolhemos de um ponto de vista que não era nosso.

Papo de maluco? É o seu ponto de vista, não o meu. Experimenta olhar para tudo sob um ponto de vista que não seja o seu.

Pois é, viver não é um ato de coragem ou político, é ser consciente, realmente consciente.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Juliana Manzato
Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos! Sonhos? Vive deles