Viva onde exista sintonia e reciprocidade com tudo o que você é e acredita.

Patricia Tavares

Não se permita viver em ambientes e com pessoas que insistam em te reduzir, ou querer te moldar para o que você não comunga e não acredita.

Se sua energia é grande e poderosa, não se limite.

Busque pessoas e ambientes que ressoem com sua vibração e estejam em total sintonia com o seu melhor.

Nesta perspectiva não necessitará fazer esforço nenhum para que compreendam ou para compreender, nem esforço para ser aceito(a), isso será algo natural, com o mesmo teor energético. Com as mesmas propriedades de emoções.

Busque sentimentos, pessoas, lugares aos quais você se sinta bem, em paz. Isso cura.

Este eco remédio, a grande solução para toda e qualquer questão. Trás mais sentido para o viver. Alinha os chakras, e tudo o que trocamos com as pessoas evolui, se eleva. E tudo que investimos prospera, nesta energia.

Muitas pessoas vivem em luta, em conflitos desnecessários com pessoas que ameaçam o brilho, a luz, que utilizam recursos para apagarem este brilho do outro.

Vivem em desarmonia com emoções, pensamentos. Isso estagna. Prende, sufoca. Trás escassez e variadas limitações.

Se você já alcançou consciência sobre os seus valores, potências, não necessita viver algo que está em completa desarmonia com aquilo que acredita. Se liberte de toda e qualquer limitação, visível ou invisível.

Nem sempre quem está vivo, vive. Muitas pessoas sucumbiram ao negativo e vivem como se estivessem mortos, sem propósitos, sem motivação, sem realização, sem tesão pela vida.

E querem retirar isso dos outros, minando os propósitos elevados de quem já consegue vislumbrar novos horizontes, novas perspectivas e possibilidades.

Viver é ampliar potenciais, explorar mais e mais tudo o que possa expandir, contribuir para si e para o mundo.

As melhores energias são compartilhadas, divididas, somadas, multiplicadas, assim como, frustrações e descontentamento.

Pessoas que não investem no seu melhor, e estão perdidas no negativo saem por ai tentando desqualificar o outro, tem medo de que o outro possa crescer, ter sua luz própria, e viva mais realizado construindo melhor a sua volta.

Ninguém nasceu para ser ofuscado. Oprimido, desmotivado.

Cada um de nós tem uma importância enorme na construção do todo, no plantio do melhor para o mundo.

Se ainda não pode ser um lume na vida de alguém, não deixe que este alguém apague seu lume. Retire-se com sabedoria, categoria.

Retire-se com delicadeza mas retire-se, não fique onde não consegue vislumbrar o melhor.

Fale para o universo, para a vida sem receio: Vida me surpreenda com muitas coisas boas e maravilhosas, me forneça tudo que preciso para expandir a minha consciência, o meu coração, e distribuir aquilo que possuo de melhor.

E também me traga tudo em completa sintonia com o que ofereço. Pronto, você alcançou o segredo de estar em harmonia e em equilíbrio, na mais alta sintonia.

Como falamos em uma reunião da Chama Violeta, em um dos decretos do Saint Germain: Sou ascensionado(a) e livre. Eu sou luz! ( Repetir 3 vezes).

Prosperidade, abundância, felicidade, saúde emocional, física e espiritual são construções, é cuidado. Eleve sua frequência vibratória, exercite isso todos os dias, até que crie um hábito.

Permita e aceite o melhor, e pouco a pouco nos afastaremos de tudo aquilo que nos prejudica e limita. Isso nos protege de todo e qualquer mal, também cria um campo de força invisível em torno de nós, de muito boas energias, que impedem qualquer sentimento negativo e pessoas com baixa frequência.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Patricia Tavares
Sou Psicóloga e Reikiana nível 2, trabalho há 19 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.