Vidas passadas: por que não recordamos?

Resiliência Humana

Muitas pessoas têm a curiosidade de saber quem foi em vidas passadas, para esclarecer algumas dúvidas a respeito de sentimentos que estão vivendo nesta encarnação. Porém, ao mesmo tempo em que está informações pode ser de alívio, ela pode se tornar angustiante.

Vidas Passadas: por que não recordamos?

Ao longo de nossa existência teremos diversas experiências, iremos passar por vários lugares, além de estarmos perto de pessoas que nos ajudarão. Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, nos apresenta respostas do plano espiritual a respeito deste assunto.

O codificador da doutrina espírita pergunta o por quê esquecemos das vidas passadas e obtém como resposta:

“Não pode o homem, nem deve, saber tudo. Deus assim o quer em sua sabedoria. Sem véu que lhe oculta certas coisas, ficaria ofuscado, como quem, sem transição, saísse do escuro para o claro. Esquecido de seu passado, o homem é mais senhor de si” (Livro dos Espíritos)

Diante dessa resposta da espiritualidade, devemos entender que o esquecimento do passado nos proporciona a liberdade de viver nesta encarnação, sem termos o conhecimento a respeito das faltas que foram cometidas por nós e pelo próximo. Com isso, ficamos livres de sentimentos como o ódio.

Mentores Espirituais

Uma das maneiras de sabermos como agir será por meio dos conselhos de mentores espirituais e também da intuição. As outras experiências ficam armazenadas em nosso inconsciente e servem de guia, de modo indireto, para o que devemos fazer na nossa encarnação atual e quais são os erros que devemos reparar.

E lembre-se que espírito não regride moralmente, nó estamos sempre evoluindo, devemos sempre caminhar para frente e deixar o passado como ensinamento.

Sabemos que Deus fez tudo com perfeição, por isso, não há motivo para nos lembrarmos das vidas passadas. Não precisamo nos lembrar das pessoas que magoamos, que ferimos. Sabemos que não devemos ferir ninguém nesta ou em qualquer outra encarnação.

Por isso, viva fazendo ao outro o que você gostaria que fizessem com você. Não se preocupe com o que você foi, e sim, com que você pode se tornar.

O esquecimento da vida passada pode ser visto como uma dádiva para podermos ter uma vida livre de julgamentos, e assim, aplicar o amor e a fé em situações que exijam nossos sentimentos puros para a nossa evolução.

=====

Conheça nosso Clube do Livro e associe-se para receber Livros Espíritas em casa, saiba mais: www.letraespirita.com.br

Letra Espírita

FONTEJuliana Chagas
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia