Às vezes, é melhor ficar em paz do que estar certo!

vezes-e-melhor-estar-em-paz-que-estar-certo

Às vezes, é melhor ficar em paz do que estar certo!

A correria, e o hábito de “se acostumar”, às vezes, nos distancia do que, e de quem, amamos verdadeiramente!

Como também sou imperfeita, gostaria de não perceber a frugalidade nas relações, não queria mesmo ter que fazer parte disso. Gostaria que nas relações apenas fosse economizado, o desrespeito, a necessidade de diminuir e ser melhor que os outros, o julgar e falar da vida alheia… É o sujo falando do mal lavado.

Passei uma semana, um mês, alguns meses, apenas observando a minha timeline, percebi muitos sentimentos de revolta e ódio, pessoas alfinetando pessoas, e senti falta de sentimentos de amor verdadeiros, de relações de afeto e de cuidado.

Aliás, sinto falta disso diariamente!

Comecei a pensar: Por que temos tanta necessidade de “alfinetar os outros”?

Digo isso com todo amor, para pessoas próximas e para pessoas que nem conheço!

Analiso cada situação, o poder de julgamento que temos, a necessidade de criticar e maldizer. Isso me entristece.

E sabe por quê? Porque não julgamos os outros como a nós mesmos, fugimos à responsabilidade e tememos a mera possibilidade de acusação dos próprios erros.

Como as pessoas julgam o certo e o errado e como todos se acreditam certas, mesmo estando erradas!

Me incluo nessa!

E penso: Estamos todos errados!

Se a minha atitude não desperta a felicidade no outro, ou se a minha palavra não é agradável aos ouvidos dos que escutam, eu causo o caos. Concordo também que, às vezes, palavras duras e atitudes amargas trazem benefício quando aplicadas com amor e energia positiva!

Algumas pessoas simplesmente não percebem o mal que fazem com uma simples conclusão e um ponto final! Elas não são obrigadas a terem tal conhecimento por mais que estudem arduamente em busca da tão sonhada sabedoria!

Bom seria, se todos nós conseguíssemos nos livrar da ignorância de alguns pardais assanhados, que sempre querem pousar em árvores que cantam!

Essa é a vontade criativa determinante da fé!

Deixe fluir.

Já que sempre existirão formigueiros maiores e nunca faltarão formigas.

Por mais que alimentemos determinadas opiniões e insistamos em agir de maneira desagradável na tentativa de provar que estamos certos, acabamos colocando a culpa em problemas maiores, mas precisamos sempre estudar a nossa mente. Será que estamos sendo justos e gratos?

Às vezes, é melhor ficar quieto e observar. O silêncio nos trará paz, mas se omitir não ajudará em nada. É preciso agir para o bem! Servir com amor! Porém, ter cuidado para não mais reagir com agressividade e intolerância. Devemos pacificar e purificar as emoções.

Fique em paz! Ofereça paz!

Trabalhe para o fim das guerras, as interiores e aquelas que travamos há milênios entre nós!

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.