Valorize quem permaneceu junto, mesmo quando você não tinha nada para oferecer

Prof. Marcel Camargo

“Falamos tanto de quem vai embora, mas nunca agradecemos por aqueles que ficam.” (Letícia Soares)

Prestamos muita atenção no que não dá certo, em quem não chega com verdade, em tudo o que foi ruim. Não devemos deletar o que deu errado, sem aprender com aquilo, porém, é necessário guardar um imenso espaço dentro de nós, para guardarmos cada felicidade, cada conquista, cada pessoa especial que temos em nossas vidas. A gente precisa digerir os erros e manter junto todos os acertos.


Temos que escolher todo dia, o tempo todo, e, como somos humanos, acabamos, não poucas vezes, fazendo péssimas escolhas. Confiamos em quem não deveríamos, somos sinceros com quem não poderíamos, amamos quem não nos merecia. E a gente sofre e se decepciona e se sente a pior criatura desse mundo. Isso é normal, porém, demorar-se demais no terreno escuro da tristeza e das lamentações nunca será benéfico a ninguém.

Não tem outro jeito: para sair da escuridão, temos que voltar os olhos para a luz; para enfrentar o que de ruim ocorreu, temos que voltar os olhos para o que é bom, para as escolhas certas que fizemos, para os momentos felizes que tivemos, para o que permaneceu junto com verdade. Sempre existe alguém que nunca desiste de nós, que torce por nós, que acredita no nosso melhor e fica ali, junto, de perto, chorando e sorrindo com partilha afetiva transbordante.


Uma verdade a que ninguém foge é a constatação de que muitas pessoas somente procurarão em nós algo que lhes satisfaça, fingindo gostar de nós enquanto tivermos algo a lhes oferecer. Assim que passarmos por problemas, sejam financeiros ou emocionais, elas se afastarão, pois então não teremos mais nada que possa ser usado em favor delas mesmas. Inclusive sofreremos isso por parte de muitos de quem jamais esperávamos.

Portanto, por mais que estejamos alquebrados e decepcionados com o mundo, com a vida, com as pessoas, teremos que reunir forças para sermos gratos por termos percebido quem realmente fica ao nosso lado de coração aberto, sem segundas intenções. E, mesmo que nos reste somente um amigo verdadeiro, ele então será tudo de que precisaremos para retomar nossa fé na busca pela felicidade com que sempre sonhamos.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Prof. Marcel Camargo
Graduado em Letras e Mestre em "História, Filosofia e Educação" pela Unicamp/SP, atua como Supervisor de Ensino e como Professor Universitário e de Educação Básica. É apaixonado por leituras, filmes, músicas, chocolate e pela família.

COMENTÁRIOS