Uma pessoa de coração mole, vive se sentindo culpada por tudo!

Resiliência Humana
uma-pessoa-de-coracao-mole-vive-se-sentindo-culpado-por-tudo

Você é uma pessoa de coração mole? Se a resposta foi sim, você precisa parar de se sentir culpado por tudo. E para te ajudar selecionamos 6 coisas que você precisa parar de fazer urgente.

1. Você não deve se sentir culpado por descansar.

Você não pode ser produtivo a cada momento de cada dia. Você precisa dar pausas para se manter saudável.

Você precisa ser gentil com seu corpo e mente.

Na verdade, você será menos produtivo e menos capaz de ajudar seus entes queridos se nunca se der a chance de descansar.

Mesmo que você se sinta pressionado a correr o dia todo, você precisa se lembrar que descansar também é produtivo. Não se sinta culpado por relaxar. Você não tem que ganhar suas férias. Você já a merece.

2. Você não deve se sentir culpado por expressar suas emoções.

Você pode chorar. Você pode ficar com raiva. Você pode ter emoções profundas, complexas e confusas.

Você não precisa ser feliz a cada segundo do dia. Você não tem que fingir que está bem. Você tem permissão para dizer aos seus entes queridos como se sente. Você não deve se sentir culpado por sobrecarregá-los. Eles ficarão felizes por você ter se aberto para eles.

3. Você não deve se sentir culpada por seguir seu próprio caminho.

Você não deve se sentir desapontado se se recusar a seguir a carreira sugerida por seus pais ou se acabar ficando solteiro por mais tempo do que o resto de seus amigos.

Seus entes queridos podem esperar que você siga um determinado caminho porque querem que você seja feliz e pensam que sabem o que é melhor para você.

No entanto, eles não estão no comando da direção que sua vida toma. Você pode tomar suas próprias decisões. Você não precisa ouvir ninguém além de você mesmo.

4. Você não deve se sentir culpado por se colocar em primeiro lugar.

Você não deve ignorar suas próprias necessidades e desejos porque está muito ocupado cuidando de todos os outros.

Seus sentimentos também são importantes. Você não deve gastar muito tempo se preocupar com as pessoas ao seu redor que você se esqueça de perguntar a si mesmo se você está feliz.

Mesmo que você agrade as pessoas, mesmo que queira o melhor para seus amigos e família, não é egoísmo se concentrar em si mesmo, para variar.

Você tem permissão para tomar decisões que o fazem se sentir realizado. Você tem permissão para se colocar em primeiro lugar.

5. Você não deve se sentir culpado por dizer não.

Você não precisa ajudar todos que lhe pedem um favor. Mesmo que você se sinta mal por recusá-los, você não quer se esgotar.

Você não quer colocar muito no seu prato de uma vez. Seus entes queridos vão entender se você estiver muito ocupado para ajudá-los. Eles não vão usar isso contra você – e se o fizerem, isso diz mais sobre eles do que sobre você.

6. Você não deve se sentir culpado por não ser perfeito.

Não há nada de errado em perder o emprego, terminar um relacionamento ou ter problemas para pagar o aluguel.

Todo mundo passa por momentos difíceis. Você não deve ter vergonha de como se sente imperfeito porque o perfeito não existe. Você sempre terá problemas.

Você sempre vai se esforçar por mais. Mas você precisa ver a beleza dentro de você. Você está se saindo muito melhor do que imagina. Você realmente deveria se dar mais crédito.

*DA REDAÇÃO RH. Com informações TC.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia