Uma pessoa confiante não é 100% segura, mas ela age como se fosse!

Saiba o que torna uma pessoa mais autoconfiante do que as outras e como você pode desenvolver essa confiança em si mesmo.

O que de fato é autoconfiança?

Autoconfiança é confiar em si mesmo, é saber exatamente o que você é capaz.

Não é uma medida de sua capacidade, é a uma certeza que você consegue perceber e sentir. É a forma como você se sente em relação a sua própria vida.

Essa confiança depende muito de como você se enxerga, um fator que pode ser subjetivo e depende de como você compreende o seu comportamento diante da sua realidade.

A autoestima desempenha um papel vital na autoconfiança.

Nosso nível de confiança pode ser alto ou baixo e pode ser afetado por fatores externos, especialmente pela validação.

Se você é uma pessoa que não valida a si mesmo, você consciente ou inconscientemente é inseguro. Ao esperar que o reconhecimento venha de fora, você perde a confiança em si mesmo.

Quando recebemos elogios por nossos atributos físicos ou por um trabalho bem executado, nossa autoconfiança tende a aumentar muito, mas ela nos torna vulnerável. No entanto, a autoconfiança que vem de nós mesmos é inabalável do que a validação externa que recebemos dos outros.

A ciência por trás da autoconfiança

Você já deve ter ouvido a máxima: “A confiança é a chave.” Como conselho para quase tudo – relacionamentos, carreira, sucesso e qualidade de vida.

Você também deve conhecer pessoas que avançaram na vida porque, além de suas habilidades percebidas, essas pessoas aprenderam a validar as suas habilidades e competências e, principalmente, escolheram a coragem em vez do medo, e com isso, passaram a assumir tarefas específicas e a experimentar coisas novas.

O sucesso dessas pessoas não é sorte nem uma coincidência – a sociedade, em geral, considera a autoconfiança um bem individual valioso.

A autoconfiança, comprovadamente, promove a motivação e leva a pessoa a se comprometer com os seus projetos e a prosseguir na busca de um objetivo.

Pessoas autoconfiantes confiam no seu poder de realizar, elas fazem o que precisa ser feito, elas se movimentam e estão cientes dos contratempos e desafios que podem testar suas motivações. Essa consciência de que tudo muda o tempo todo os levam a desenvolver um atributo importante: a flexibilidade.

Essa flexibilidade gera a resiliência, virtude indispensável para desenvolver a autoconfiança.

A confiança é um estado de ser. É algo que podemos desenvolver ao longo da vida.

Fatores psicológicos, ambientais e biológicos influenciam as mudanças que ocorrem no cérebro. Mas é totalmente possível reprogramar a nossa mente, ressignificar as nossas crenças limitantes e criar novos hábitos, mas para isso, precisamos estar conscientes dos comportamentos que estão nos levando a obter resultados negativos em nossos projetos.

Como desenvolver autoconfiança e aumentar a confiança?

Para isso, você precisará seguir diretrizes simples:

A mente resolvendo o problema

Tudo começa nos pensamentos. O que pensamos tem um impacto significativo na mudança de atitude.

Quando os nossos pensamentos bloqueiam a vontade do nosso coração, não conseguimos trazer soluções para os problemas, apenas conseguimos trazer mais problemas para a nossa vida.

Ao vivenciar um problema de difícil solução, imagine ele se resolvendo sem nenhum esforço, pense nas falas ideais e sinta tudo sendo resolvido. Torne esse momento de viagem mental o mais realista possível, sinta a alegria de ter conseguido solucionar tudo com maestria. Antecipe as possíveis objeções que podem existir e tente pensar em soluções alternativas. Isso poderá ajudá-lo a se preparar para as próximas situações e reduzir sua ansiedade.

Fingir até conseguir sentir

O sentimento segue o comportamento.

É aqui que a visualização pode ser benéfica. Imagine-se como uma pessoa confiante. No começo, pode parecer que você está mentindo para si mesmo, que essa vizualização não passa de uma ilusão, mas não caia nessa autossabotagem, continue praticando. Ao praticar e treinar continuamente seu cérebro para ser mais confiante, você gerará uma perspectiva mais consistente que resultará em uma atitude mais positiva.

Se inspire nos outros, mas não se compare

Você com certeza conhece alguém que você admira muito. Essa pessoa pode ser alguém que você conhece pessoalmente, uma celebridade ou um mestre. Liste todas as qualidades positivas de que você mais gosta neles e busque desenvolvê-las em si. Observe como este ícone fala em público, como ele anda pela vida e persegue os seus objetivos. Mas em nenhuma hipótese se compare. Não há comparação possível se você ainda não se movimentou para se comportar com a mesma força interior e confiança que ele, por isso, a comparação só vai te desanimar e de tornar ainda mais inseguro.

Use o exemplo para se inspirar e se motivar a perseguir os seus sonhos, não para se autossabotar.

Mude a sua postura

Uma pessoa confiante não se permite abaixar a cabeça e assumir uma postura de perdedor.

Quando você se coloca na vida de uma forma medrosa e submissa, a vida só poderá te oferecer o mesmo. Levante a cabeça, abra os ombros, se coloque firme na vida!

Melhorar sua postura não só te trará um impulso instantâneo de confiança, mas também fará você parecer aos olhos dos outros, mais confiante.

A ciência comprova que a postura do “super-herói” tem um efeito positivo na confiança e na autovalidação. Fisiologicamente, uma postura adequada proporciona um equilíbrio adequado e um melhor padrão de respiração que, consequentemente, muda o seu humor.

Com o humor em dia você se sentirá mais motivado para conquistar os seus objetivos.

LEIA TAMBÉM: Não queira provar nada para ninguém, apenas para si mesmo!

Concentre-se em você mesmo e em suas metas

Concentrar sua atenção em si mesmo e em seus objetivos, e não nos fatores externos, especialmente aqueles que contribuem para os sentimentos negativos, ajuda a aumentar sua motivação para realizar o que deseja.

Quando você se concentra no que o inspira e tira o foco do que te preocupa, você se distrai menos e se sente melhor consigo mesmo.

Uma pessoa confiante carrega uma característica atraente que todos desejam alcançar, mas lembre-se de que isso é um processo; você pode se sentir no topo do mundo em uma fase e em outra estar no fundo do poço.

Entenda: se hoje você se sente inseguro, é bem provável que a sua colheita no futuro refletirá essa insegurança. Mas se você começar hoje a confiar mais em si mesmo e em suas habilidades, essa atitude o levará longe e determinará o sucesso em sua carreira e em seus relacionamentos.

Para isso, você precisa sentir que está pronto para enfrentar qualquer desafio, e nisso, eu posso te ajudar. Me chame no direct @rhamuche e decida começar a trilhar essa jornada de autoconfiança.

*DA REDAÇAO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.