Uma das maiores colônias de pinguins do mundo desapareceu oficialmente

Resiliência Humana

Uma das maiores colônias de pinguins do mundo desapareceu oficialmente. É assim que a mudança climática se parece.

Milhares de pinguins imperador morrem após um colapso sem precedentes no gelo do mar na Antártida – e agora, especialistas estão preocupados com a possibilidade de mais incidentes como o da Antártida continuar a acontecer.

Aves nesta colônia de pinguins em particular estavam criando filhotes em uma massa de gelo marinho no Mar de Wedell, quando uma tempestade devastadora aconteceu há dois anos. Isso enfraqueceu o gelo e se reflete até hoje, já que fez milhares de filhotes se afogar, disseram autoridades do British Antarctic Survey (BAS).

De todas as espécies de pinguins, os imperadores são os mais altos e mais pesados ​​e precisam de pedaços resistentes de gelo marinho para criar seus filhotes.

De abril a dezembro, o gelo deve ser capaz de suportar o peso de milhares de pássaros. Imagens de satélite da área divulgadas esta semana pela BAS confirmaram oficialmente o total desaparecimento da colônia – que já faz parte de uma espécie quase ameaçada.

Peter Fretwell, membro do BAS que notou pela primeira vez o desaparecimento da colônia por satélite, teme que o gelo marinho mais fraco e as águas mais quentes possam significar mais perigo para os pinguins-imperadores em particular também.

“O gelo marinho formado desde 2016 não tem sido tão forte”, disse Fretwell à BBC .

“Os eventos de tempestades que ocorrem em outubro e novembro agora vão acabar cedo. Então, houve algum tipo de mudança no clima, era anteriormente estável e confiável agora é insustentável”.

**Via Redação Resiliência Humana, com informações de The Dodo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia