Um feminino adoecido adoece todos a sua volta.

Se você deseja criar com a criação, cure o seu feminino!

Seja você homem ou mulher, a energia feminina existe em todos nós. Em uns, um pouco mais, em outros, quase não se dá para notá-la, de tão adoecida que está.

Felizmente, curar o feminino é a única maneira que o ser humano tem de criar com a criação! Digo felizmente, porque é o feminino quem nutre e protege a vida.

Enquanto você negar o seu feminino ou querer sobrepor o seu masculino em cima de algum ser que tem muito aflorado o feminino, você vai criar, mas a sua criação estará totalmente desconectada com a ordem divina.

E quanto mais você criar, desconectado dessa ordem, mais você vai criar obstáculos para a sua própria evolução. Mais você se alia com pessoas de caráter duvidoso e de coração falso. Mais problemas você encontra e cria.

Negar o feminino é negar a vida.

A liderança e a esperteza do masculino, sem o equilíbrio, a sensatez e a temperança do feminino, cria muita destruição, atrai perdas, acidentes, conflitos, traições e penalidades diversas.

Essas penalidades constantes não chegarão ao fim enquanto você não aceitar que o seu feminino está doente, e passar a fazer os ajustes necessários em si mesmo, no modo como você se comporta, pensa, sente e fala.

Uma pessoa com o feminino doente, tende a exercer o abuso do poder, mas apenas quando se depara com pessoas extremamente femininas. Ela se sente poderosa quando consegue enganar, abusar ou manipular pessoas sensíveis e empáticas.

Um feminino equilibrado é aquele que acessa facilmente a verdade do coração das pessoas, e também do seu próprio coração.

Quem cura o feminino em si, acessa uma consciência elevada a respeito da própria natureza e também da consciência de Deus. Mas também se torna alvo daqueles que possuem o feminino doente, simplesmente porque servem a natureza das coisas, com amor e por amor.

Enquanto aqueles que possuem o feminino doente ainda engatinham na arte da compaixão, quem consegue acessar o seu feminino sagrado sempre está a postos, servindo, observando e aguardando amorosamente, que a cura de tudo e de todos a sua volta, aconteça.

Se o seu feminino está doente, as suas criações serão inuteis, e pior, trarão consequencias negativas para a sua vida. Cure o seu feminino e comece a criar com a criação!

Quer aprender a utilizar a gratidão para atingir todos os seus objetivos? Sentir e praticar a gratidão todos os dias é o segredo para a verdadeira felicidade.

Clica nesse LINK e adquira o meu novo livro “MINHA GRATIDÃO DIÁRIA” ele vai te ajudar a mudar a sua realidade para melhor.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar.

Foto de Nick Fewings no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.








Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.