Tudo o que não é reciproco cansa. Eu me cansei de doar mais do que algumas pessoas merecem.

Cansei de ter que pedir, de só ligar, de só procurar e de doar amizade, carinho e consideração para quem não estava nem aí.

Eu sei que tem pessoas mais desligadas que outras e, em algumas vezes, isso nem é de propósito. Só que até isso a gente aprende a reconhecer.

Eu tenho alguns amigos que não falo todo dia, que não converso sempre, mas eu sei que posso contar.

Eu sei que em algumas relações eu posso lidar com pessoas que demonstram o amor do seu jeito, mas aprendemos a notar quando é de verdade.

Nos pequenos gestos e nos pequenos detalhes.

Com o tempo vamos amadurecendo e entendendo a diferença. E direcionamos amor, carinho e afeto na mesma dose que recebemos.

Hoje eu não alimento mais nada que não seja reciproco.

E já aviso logo: jamais espere de mim aquilo que você não me deu.

Não cuidar também é uma escolha. E para toda escolha, uma consequência.

Eu sei que ninguém é perfeito e cada pessoa tem seu jeito de cuidar, de amar e ser presença. Só que uma relação nunca é monossilábica.

Você não pilota aquela história sozinho ou sozinha. Tem que saber cuidar.

A admiração, o respeito, o carinho e atenção, ainda que presente nos pequenos gestos do dia a dia, precisa dar as caras.

Não existe rotina que impeça alguém de mandar um ‘está tudo bem por aí?”, “Boa noite”, “Se cuida”, “tenha um ótimo dia”, “Estou com saudades”…

A rotina pode ser a grande vilã de muitos relacionamentos, mas em alguns casos, em raríssimos casos, é nela que a gente percebe a importância que temos na vida do outro.

Eu não sei você, mas eu, já cansei de oferecer mais do que algumas pessoas mereciam.

*DA REDAÇÃO RH. TEXTO DE (Edgard Abbehusen) Foto de pure julia no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia