Todos tentamos nos auto-sabotar e seguir o fluxo da sociedade, mas a coisa mais preciosa que podemos fazer é SERMOS DE VERDADE.

Karen Padilha
Woman in Orange Clothing

Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data. Luis Fernando Verissimo

Hoje vou escrever sobre a hipocrisia das pessoas, do mundo, da humanidade em geral.

Em pleno século XXI, a nova ”modinha” das pessoas é falar e tentar mostrar que sabe tudo sobre energia, sobre universo, Buda, lei da atração, lei da causa e efeito, das teorias de grandes filósofos que tentaram desvendar os mistérios da nossa vida terrena, embora nenhum tenha conseguido esclarecer de uma vez por todas e será sempre um mistério.

Não podemos negar que seus trabalhos foram maravilhosos e contribuíram muito para a evolução da espécie humana.

Mas o que estou mesmo pensando é que são tantas pessoas falando neste assunto que todos querem impressionar, (enganando), aos outros e a si mesmo tentando mostrar que entende do assunto e que é capaz de dar conselhos, de se comparar à grandes mestres que realmente sabem de tudo.

A hipocrisia das pessoas é tão grande, a mesquinhez das pessoas é miserável.

Virou moda.

É legal.

Impressiona.

Ganha likes no instagram e nas redes sociais.

Ganha seguidores.

Engana.

Alimenta o ego.

Porque virou moda é preciso tentar demonstrar que está a par dos assuntos.

Mostrar a sua verdadeira essência é ridicularizado.

Mostrar a sua máscara propagando falso amor, falso conhecimento, falsa compaixão, falsa gentileza , virou admiração porque são poucas as pessoas que têm coragem de ser quem é de verdade independente dos valores morais impostos, da opinião das outras pessoas e quando digo que são poucas as pessoas corajosas é porque realmente são. Quem quer ser ridicularizado? .

Essa resposta eu tenho : EU.

Por muitas vezes já pensei que eu fosse uma dessas pessoas com essas características ruins que citei acima, e para falar a verdade, eu já fui.

Já menti quem eu era, fingi ter conhecimento, falso amor, enfim tudo que descrevi acima. Se sinto vergonha de um dia ter sido assim?, sim.

Me lembro das vezes que tive de mentir para ser aceita em grupinhos, mentir aonde morava, que tinha dinheiro, que era de família e muita coisa e sinto muita vergonha, porque nada mais miserável do que ter que mentir nossa essência e no momento em que estamos fazendo isso ter vergonha de ser quem somos.

Somente por este motivo sinto vergonha e me arrependo embora a vida tenha me dado a dádiva da escolha de poder ter mudado e ser uma pessoa diferente .

Amigos, sinto que o mundo está cada vez mais sendo seguido por regras de pessoas que não sabem nada, e por este motivo outras pessoas que não conseguem entender que estas não sabem o que estão fazendo acabam seguindo os mesmos passos.

Todos queremos reconhecimento, mas temos que trabalhar duro para isso. Particularmente, ano passado eu fiz alguns cursos em áreas de meu interesse para me ajudar a compreender mais minhas questões existenciais. Fiz esses cursos por um site de cursos on-line chamado , ” Coursera”, lá você encontra milhares de cursos grátis e também pagos que são comandados por universidades muito boas, para ter seu certificado é preciso pagar.

O curso é como qualquer outro curso on-line, vários vídeos, pesquisas, provas, testes finais e etc..

Eu finalizei e cursos e tenho os certificados com grade final muito boa, foram todos em inglês e isso melhora um pouco. Quando terminei esses cursos me senti a pessoa mais incrível do mundo, com certificados e tudo mais. Hoje tenho consciência de que é preciso muito mais.

Todos tentamos nos auto-sabotar e seguir o fluxo da sociedade, mas a coisa mais preciosa que podemos fazer é SERMOS DE VERDADE.

”As verdades diferentes na aparência são como inúmeras folhas que parecem diferentes e estão na mesma árvore.” Mahatma Gandh

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Karen Padilha
Sou Karen Padilha natural de Cotia-sp , formada em Introdução a Filosofia ( University of Edinburg – Londres), Introdução a Psicologia ( University of Toronto), Origens da vida no contexto cósmico (USP) e Inglês ( Mayfair School of English- Londres). Áreas como filosofia, psicologia e astronomia são fontes de inspiração para meus projetos. Recentemente acabo de publicar meu primeiro livro , ‘’ O que fizeram de mim? Reflexões sobre traumas e transformações” , pela editora novo século , na categoria de Talentos Da literatura Brasileira. Escrevo para o site ‘’ O Segredo’’, ‘’Kacosmic.com’’, ‘'Entrelinhas literárias’’ e ‘’ Academia do Aprendiz’’. Minha Página no facebook chama ‘’ YOUNIVERSE’’ , meu facebook pessoal ‘’ Karen Padilha’’ e meu instagram ‘’Karenppadilha’'.