Todos estamos sozinhos na vida e por mais que alguém fique conosco por um, dez ou trinta anos, em diversos momentos só podemos contar conosco.

Karen Padilha

Não importa o quanto as pessoas podem ser más conosco, o que verdadeiramente importa é o que temos dentro do nosso coração, cada um dá aquilo que é…

Em meio a tantas experiências que vivenciei, muitas completamente diferentes umas das outras, uma única coisa em comum eu percebi e então, seguindo meu instinto curioso e especulador fui em busca de repostas ou outras experiências que no final de tudo me passasse a mesma mensagem.

Como nunca desisto do que quero, encontrei outras múltiplas.

Tais experiências não foram tão prazerosas, embora a mensagem por trás delas fora um aprendizado que levo para minha vida toda.

Nunca escrevi sobre esse assunto, mas você já se pegou em algum momento pensando em algo que poderia ter feito e não fez por algum motivo? E esse pensamento te trás um sentimento de arrependimento , de querer voltar atrás, mesmo sabendo que não é possível.

Pois é disso que quero falar, já vi muitas pessoas adoecerem , ficarem internadas por meses, morrerem , sofrerem acidentes e ficarem com sequelas irreparáveis para o resto da vida. E cada uma dessas pessoas que tive contato enquanto estavam precisando de carinho e pessoas queridas por perto me disseram a mesma coisa: ” Nunca deixe de fazer nada que você queira por motivo algum, ou por alguém, porque no final tudo o que te sobrará será arrependimento”.

Peço a você que tire um momento para refletir sobre isso. Pois uma coisa é certa, a única coisa que podemos controlar somos nós mesmos. Não temos poder sobre outra pessoa por mais que tenhamos um vínculo forte, as pessoas mudam de ideia todo momento, num dia morre de amores por nós, no dia seguinte nos abandona como se nunca tivesse nos conhecido.

E mais uma vez digo, o que restou? Apenas nós mesmos, ninguém vai carregar nossas dores, nossas angústias, porque cada um de nós já temos nossa própria bagagem para carregar.

Eu sempre fui uma pessoa que confiava firmemente nas pessoas e nas promessas que me fizeram, a cada decepção continuei acreditando ainda, pois o medo de seguir em frente nos aprisiona.

Isso é um perigo.

Em toda história haverá cicatrizes, algumas poderão durar para sempre, mas precisamos aprender a conviver com isso.

Precisamos nos preparar para qualquer situação. Como quando alguém que amamos simplesmente vai embora e nos deixa de coração quebrado.

Nos preparar para recompor nossos pedaços que fora quebrado sem ajuda alguma .

Eu sei, é muito fácil escrever, mas acredite, já passei por tudo isso que escrevi, e aqui estou escrevendo estas linhas.

Chega uma hora em que a vida nos chama para nos alertarmos e entendermos que a única pessoa que mais importa em nossas vidas somos nós mesmos e nossa família .

Podemos ter amigos com quem achamos que podemos contar, mas depois de um tempo descobrimos que não e quebramos a cara bem feio.

Mas como comecei no início deste texto, a mensagem que quero passar é que não importa o quanto as pessoas podem ser más conosco, o que verdadeiramente importa é o que temos dentro do nosso coração, cada um dá aquilo que é, não podemos controlar os atos de terceiros, precisamos apenas entender e aceitar, e nunca deixar de fazer algo que queremos por qualquer motivo que seja.

A vida está a cada segundo mudando, nunca sabemos o que pode acontecer, por este motivo, vamos viver, fazer tudo o que temos vontade sem nos preocuparmos com opiniões dos outros.

Façamos sempre o bem ao próximo e a nós mesmos.

Este é o momento da percepção de que existe uma parte de nós que não verte amor para apenas uma pessoa, mas que sente a necessidade profunda de favorecer até mesmo os desconhecidos: aquilo que se chama de “amor incondicional”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Karen Padilha
Sou Karen Padilha natural de Cotia-sp , formada em Introdução a Filosofia ( University of Edinburg – Londres), Introdução a Psicologia ( University of Toronto), Origens da vida no contexto cósmico (USP) e Inglês ( Mayfair School of English- Londres). Áreas como filosofia, psicologia e astronomia são fontes de inspiração para meus projetos. Recentemente acabo de publicar meu primeiro livro , ‘’ O que fizeram de mim? Reflexões sobre traumas e transformações” , pela editora novo século , na categoria de Talentos Da literatura Brasileira. Escrevo para o site ‘’ O Segredo’’, ‘’Kacosmic.com’’, ‘'Entrelinhas literárias’’ e ‘’ Academia do Aprendiz’’. Minha Página no facebook chama ‘’ YOUNIVERSE’’ , meu facebook pessoal ‘’ Karen Padilha’’ e meu instagram ‘’Karenppadilha’'.