Tailândia procura voluntários para cuidar de seus elefantes.

Resiliência Humana

Tailândia procura voluntários para cuidar de seus elefantes.

De Lucas Rodríguez

Se a notícia do sofrimento animal o deixa irritado, esta é sua chance de transformar sua raiva em ajuda para aqueles que precisam dela.

A crueldade animal é uma daquelas coisas a que só é possível ter uma reação: repulsão.

Basta pensar um pouco para perceber que, sendo a espécie dominante, as pessoas não têm motivos para serem cruéis com os animais.

Pelo contrário, eles adicionam uma quantidade de valor às nossas vidas que nunca poderemos agradecer totalmente.

É suficiente que eles estejam lá, fazendo suas vidas, maravilhe-se com as habilidades que têm e com a beleza que demonstram em seu dia a dia.

Para dizer que alguns deles até se tornam nossos animais de estimação.

Mas mesmo que não sejam, existem animais selvagens que são simplesmente fascinantes.

Como os elefantes. Esses maravilhosos e gentis gigantes são admirados e amados por todos.

No entanto, existem pessoas que amam o dinheiro sujo mais do que o respeito pelo resto dos seres vivos do planeta.

A caça ao elefante já foi legal no passado, mas hoje é quase completamente proibida. Isso não significa que não continue, mas pelo menos existe o risco de que a lei caia sobre o culpado.

O importante é ressaltar que a defesa das coisas importantes do mundo depende de todo mundo colocar um pouco de esforço.

Com um pouco de apoio, contra shows que usam elefantes, muitas coisas podem ser alcançadas. Mas se você quiser ir ainda mais longe, a Tailândia está disposta a recebê-lo e dar-lhe o treinamento e apoio que você precisa para proteger os elefantes.

Sabendo que sua população de elefantes está em perigo, eles estão a precisar de toda a ajuda possível em sua defesa, por isso, o governo tailandês abriu as possibilidades para qualquer pessoa com preocupação suficiente para participar da defesa desses maravilhosos mamíferos se cadastre.

O itinerário é tão simples quanto sonhado. Os voluntários moram em uma cabana no centro da selva, onde recebem lições de convivência com a natureza e tratamento do meio ambiente.

Quando isso não está acontecendo, os voluntários se levantam cedo para acompanhar os elefantes para beber água.

Junto com isso, sua responsabilidade é preparar sua refeição. Basta deixá-lo perto deles, para ver como eles usam seus tubos para levá-lo a suas bocas.

O voluntariado é gratuito e pode ser aplicado em qualquer época do ano. Uma vez lá, o tempo que as pessoas passam ajudando os elefantes deve ser de no mínimo um mês.

Esse é o tempo mínimo para aprender a cuidar deles, mas depois de aprender, você pode ficar o tempo que quiser.

Se você estiver realmente interessado nessa oportunidade, siga estas instruções em detalhes.

*Via UPSOCL. Tradução e adaptação REDAÇÃO Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia