“Sou como uma dona de casa dos anos 50”, diz mulher antifeminista.

Claire Gray é modelo e tem 39 anos, mas está convencida de que deve ter nascido no século passado, pois não compartilha dos valores e preferências das mulheres de hoje.

“Mulheres deveriam servir o jantar à mesa para o homem e garantir que o trabalho doméstico seja feito”, disse a modelo.

A cena clássica da Disney de uma princesa sendo cortejada por um príncipe é antiquada para muitas mulheres. Mas, para Claire Gray, a vida deveria funcionar assim: como se fosse 1950. As meninas são cuidadas pelos meninos, e as mulheres devem esperar em casa, com o jantar pronto para os maridos, porque é seu dever.


Getty Imagens

Claire Gray tem 39 anos, é natural de Londres e chamou a atenção de milhares de internautas, após se declarar “antifeminista”.
antifeminista
Rowan Griffiths

A mulher está fielmente convencida de que o mundo deveria voltar a funcionar como nos tempos antigos, onde as mulheres serviam seus maridos, e os homens deveriam tratar suas filhas como princesas.

Na verdade, Gray está procurando um amor semelhante ao encontrado na série de televisão, Downton Abbey e Bridgerton. Ela quer se dedicar a ser dona de casa. Para o ao Mirror UK ela disse:

“Sou como uma dona de casa dos anos 1950, acho que o homem deve trabalhar e a mulher deve cuidar da casa”, afirmou.

Além disso, ressaltou que acha de mau gosto e tem vergonha que as mulheres de hoje convidem os namorados para comer e pagar as suas contas. Ela acha que os caras sempre deveriam pagar por tudo, abrir as portas do carro e trabalhar fora de casa.

Ela contou que uma vez, terminou com um namorado, que era jogador de futebol profissional, porque ele nuão segurou a mão dela na rua enquanto eles estavam em uma viagem romântica em Paris, na França.

Claire Gray segue regras rígidas antes de namorar um homem. Ela nunca beija no primeiro encontro e espera pelo menos 6 meses antes de ter relações íntimas com seus namorados.

Em entrevista ela disse que “as mulheres de hoje são fáceis”.

A modelo espera que os homens abasteçam seu carro com gasolina se estiverem ocupando e ela oferece em troca manter a casa sempre limpa e bonita para receber seu futuro marido.


Rowan Griffiths

Claire Gray sabe que seus padrões são altos e que, pela mesma razão, muitas vezes é difícil para ela encontrar um parceiro. Mas, ela está convencida de que seu próximo namorado deverá seguir essa cartilha para que ela o aceite.

Segundo a mulher, ela quer ser uma dona de casa e todas as mulheres deveriam ser como ela.

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia