Sou a favor dos que lutam por um amor, mas que também sabem a hora de desistir

Bruna Cosenza

Nem todos os amores que vivemos durarão e serão correspondidos na medida certa. Estar apaixonado é sinônimo de fazer algumas loucuras. Quando realmente acreditamos que aquela pessoa é a pessoa de nossas vidas, é normal fazermos o possível e o impossível por ela, até mesmo quando já recebemos todos os sinais de que aquilo não vai dar certo. Sou a favor dos que lutam por um amor, mas que também sabem a hora de desistir.

Posso dizer por mim mesma que já fui muito atrás de quem deixou claro com todas as letras que não era o momento certo e que não iria dar certo.

Mesmo assim, algo dentro de mim me obrigava a tentar de tudo antes de desistir. Afinal, se tem uma coisa que aprendi ao longo dos anos é que conexões de alma são mais raras do que imaginamos, o que fazia com que eu sentisse a obrigação de lutar por aquele sentimento.

Por esse motivo, toda vez que eu cruzo com alguém que faz o meu coração acelerar, já sei que mesmo dando errado no final, vale a pena fazer tudo o que estiver ao meu alcance para ficar com aquela pessoa. Olha, não estou falando que é fácil receber sinais negativos e continuar tentando, mas eu garanto que, muitas vezes, é necessário para sairmos daquele relacionamento tranquilos e com a certeza de que se deu errado, não foi por falta de tentativas da nossa parte.

Não me entenda errado. Sou, sim, a favor daqueles que lutam com todas as garras por um amor, mas que também sabem a hora certa de desistir.

Até porque não dá para viver de amor não correspondido o resto da vida, mas dá para darmos o nosso máximo enquanto o nosso coração sinalizar que aquela pessoa ainda vale a pena.

O mais importante é estar ciente de que em algum momento pode ser que você precise se render.

Nem todos os amores que vivemos durarão para sempre e serão correspondidos na medida certa. Por algum motivo que ainda desconheço, uma pessoa se apaixona por outra que não se apaixona por ela e isso causa uma confusão danada dentro de nós.

O que eu posso garantir é que independente das dificuldades, vale a pena lutar por quem nos faz sentir vivos.
O amor, afinal, é a prova de que fomos criados para compartilhar a vida com o outro e isso só acontece de verdade se tivermos coragem para lutar, cair e lutar de novo.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Bruna Cosenza
Bruna Cosenza é paulista e publicitária. Acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar. É autora do romance "Lola & Benjamin" e criadora do blog Para Preencher, no qual escreve sobre comportamento e relacionamentos do mundo contemporâneo.