Só quem se torna 100% responsável pela sua realidade, a transforma!

O quarto princípio do Ho’oponopono é “Eu sou 100% responsável pelo meu mundo físico”. Muitas pessoas dizem: “Eu faço tanta bondade, e mesmo assim, continuo recebendo maldade dos outros. Eu sou responsável por isso? Não é possível!”.

Quando você não acredita que você é a responsável pela a sua realidade, você perde a oportunidade de aprender com as situações da vida.

E infelizmente, as mesmas coisas, ou situações parecidas, começam a se repetir. Até que, finalmente, você decida aprender as lições que estão por trás desses acontecimentos.

Se você realmente quer romper com esses padrões negativos que sempre se repetem em sua vida, você precisa retirar as lições que estão por trás das dores que você vivenciou.

Quando você aprende o que a vida quer te ensinar com o que acontece com você, a sua consciência se expande e você para de atrair pessoas e situações que te machucam.

Você começa a sintonizar com pessoas, lugares e situações que te ensinam coisas valiosas pelo amor e não mais pela dor.

Entenda que você é um aprendiz nessa vida e você precisa se responsabilizar por ela. Não é fácil admitir que você é o responsável pelo seu mundo físico, não é simples, mas é possível e tem que ser feito.

Como? Desenvolvendo autoconsciência e se tornando responsável pela sua vida.

Enquanto você não tiver consciência e não reconhecer o que, de fato, está causando esses problemas em sua vida, você não vai conseguir transformar o que não está bom nela.

Você precisa tratar a causa e a causa está sempre nas suas memórias de dor.

Quando você se vê repetindo padrões, você tem que fazer um diagnóstico disso tudo, soltar as culpas e os julgamentos e se agarrar as lições.

Se pergunte o para quê disso tudo. O que a vida quer te ensinar? Depois que você consegue reconhecer a sua parcela de responsabilidade, a sua vida começa a destravar porque você sente a necessidade de agir de uma maneira diferente, você percebe que não vai conseguir ter resultados melhores, se você continuar fazendo tudo igual.

Transformação exige ação e movimento.

Se você escolhe paralisar diante da dor, mas já tem consciência de que precisa mudar, você sofre. O sofrimento só ameniza quando você decide seguir em frente, passo a passo, mesmo que devagar.

A sua realidade se transforma, pouco a pouco, assim que você começa a plantar novas sementes e entende que, a mudança não vai acontecer sozinha.

O primeiro passo é identificar e reconhecer o problema, admitir para si mesmo que é você quem precisa mudar o seu comportamento diante da sua realidade.

Não basta ter consciência é preciso agir positivamente para transformar isso que te machuca.

Não guarde as suas sementes no bolso, comece a plantar e, depois, compartilhe os seus frutos com os outros.

“EU SINTO MUITO, POR FAVOR ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATA”.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Juliana Vasilian. Visite o seu Instagram @julianavasilian e o seu canal no Youtube Juliana é terapeuta transpessoal, especialista em Desenvolvimento Humano – Devolvendo o SORRISO DA ALMA
+ de 1000 transformações diárias. CLICA AQUI NESSE LINK PARA SE CONECTAR COM ELA.

Foto de Mika Baumeister no Unsplash.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Especialista em Desenvolvimento Humano Devolvendo o SORRISO DA ALMA + de 1000 transformações diárias Se permita olhar para si