Um casal britânico desafiou as probabilidades – duas vezes – ao produzir dois pares de gêmeos em que um é negro e o outro branco.

As irmãs mais velhas Hayleigh, à esquerda, e Lauren Durrant, à direita, seguram seus novos irmãos Leah, à esquerda, e Miya, à direita.

Os cientistas dizem que as chances de seus pais, Dean Durrant e Alison Spooner, terem dois pares de gêmeos fraternos com tons de pele e cores de olhos surpreendentemente diferentes é “uma em milhões”.

A história

Um casal britânico de raça mista desafiou as probabilidades – duas vezes – ao produzir dois pares de gêmeos em que um irmão é negro e o outro branco.

A filha recém-nascida de Dean Durrant, Miya, tem a pele escura como ele. A irmã gêmea Leah tem pele clara como sua mãe, ruiva de olhos azuis, Alison Spooner.

Suas irmãs mais velhas Lauren e Hayleigh, nascidas em 2001, também têm tons de pele e cores de olhos surpreendentemente diferentes.

“Não há uma maneira fácil de explicar tudo. Ainda estou em choque”, disse Durrant, 33, à Sky News.

sete-anos-apos-ter-gemeas-inter-raciais-casal-repete-o-feito-e-impressiona-1-chance-em-500-mil
Imagem: Miya e Leah Durrant, gêmeas fraternas

Ambos os gêmeos são fraternos e não idênticos, o que significa que eles são o produto de dois óvulos fertilizados separadamente, então não é incomum que eles não sejam parecidos.

A cor da pele de Miya foi mais influenciada pelos genes de seu pai, enquanto Leah se parece com sua mãe.

Os cientistas dizem que é raro um casal ter dois pares de gêmeos, e ainda mais raro que eles tenham aparências tão diferentes.

“Mesmo gêmeos não idênticos não são tão comuns”, disse a Dra. Sarah Jarvis, do Royal College of General Practitioners da Grã-Bretanha.

“Gêmeos não idênticos de pais mistos, de raças diferentes, menos comuns ainda. Ter dois óvulos fertilizados e sair de cores diferentes, menos comum ainda. Então, para acontecer duas vezes deve ser um em milhões.”

O fenômeno é tão incomum que não há estatísticas para ilustrar sua probabilidade, embora se pense que provavelmente se tornará mais comum devido ao crescente número de casais mestiços.

As gêmeas nasceram prematuramente em novembro em Frimley, sul da Inglaterra, e passaram várias semanas no hospital. Eles agora estão em casa com seus pais em Fleet, 40 milhas a sudoeste de Londres.

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia