Ser simples é chique e ser grato é elegante. Pena que muita gente prefere ser brega.

Thamilly Rozendo

No amor a regra é essa: Simplicidade
Muito se engana quem acredita que para amar é preciso ter dinheiro, pelo contrário, é preciso ter disposição. Bilhetes despretensiosos, abraços demorados, beijos, cineminha a dois (se for estudante ainda paga meia rs), pipoca regada a Netflix, elogios sem hora e data marcada. Aquele bombonzinho comprado no mercado da esquina, tempo de qualidade, andar de mãos dadas e por aí vai. É simples e não custa caro. Amor é isso: simplicidade. E quem sabe contemplar isso, sabe ser feliz e fazer o outro transbordar em um relacionamento.

Pessoas gratas também: Enxergam o mundo de uma forma extraordinária, mesmo com tantas tempestades. Um coração grato é bonito demais. Gente que fica feliz com qualquer gesto e reconhece a beleza do outro é gostoso de se ter por perto. Pena que muita gente prefere ser brega, reclama da segunda, da terça, da quarta, da quinta e da sexta, pula o sábado e volta a reclamar no domingo.

Não sabe lidar com dificuldades e todo problema, por menos que seja é transformado em uma tempestade. No amor não fazem nada, porque afinal “não possuem dinheiro”. Se esquecem da simplicidade que cativa por achar que isso não é relevante. Não sabem reconhecer a beleza do beijo de bom dia, da mensagem no meio do dia cheia de saudade. Se esquecem de que possuem um bom emprego e de que mesmo tudo estando tão difícil tem ao seu lado pessoas incríveis. Recebem apoio, mas não sabem apoiar, recebem carinho mas não sabem doar. Recebem gestos simples mas não sabem retribuir, já que, não sabem enxergar a beleza da reciprocidade, da gratidão e da simplicidade.

Desejar, sonhar, querer sempre mais é bom, mas não deve ser paralisante. Não deve te impedir de avançar ou ser feliz. Não deve impedir você de amar. Pena que muita gente acredita que é preciso MUITO para ser feliz. Gosto de quem se diverte com pouco, de quem ri de coisas bobas e vê graça em coisas tão pequenas. De quem vê beleza em gestos simples e se emociona com a simplicidade. Gratidão torna a vida mais leve e a simplicidade torna o amor, mais bonito.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Thamilly Rozendo
Estudante de psicologia, apaixonada por artes, música e poesia. Não dispensa um sorvete e adora um pastel de feira com muito requeijão, mesmo sendo intolerante a lactose. Tem pavor de borboletas, principalmente as no estômago.

COMENTÁRIOS