“Ser diferente não é o problema”: diz professor que carrega aluno com deficiência no colo.

“Ser tratado de forma diferente é o problema”, disse o professor de educação física brasileiro Gean Sampaio, que faz os circuitos de exercícios com o aluno nos braços, para que ele viva a mesma experiência dos outros.

O papel do professor é muito importante na vida das crianças, pois os educadores podem se tornar um segundo pai ou mãe para elas. É por isso que cada criança deveria ser tratada como igual, mesmo tendo alguma deficiencia.

Um professor exemplar sabe a importancia de incluir a criança em todas as atividades durante seu crescimento para que ela possa se desenvolver da maneira correta.

Muitas vezes, os bons professores levam seu trabalho muito a sério, indo até mesmo além do limite dos educadores. Eles se envolvem com maior profundidade para que a criança obtenha o aprendizado necessário e entenda que ser diferente não é um problema.

Isso se torna ainda mais relevante quando se trata de crianças com deficiência.

INCLUSA0-DE-ALUNO-COM-DEFICIENCIA-SER-DIFERENTE-NAO-E-PROBLEMA
Gean Sampaio

Gean Sampaio é um jovem professor de educação física brasileiro que se tornou conhecido nas redes sociais por sua dedicação em ministrar sua aula, onde participam alunos com deficiência.

Esse professor tem usado suas plataformas no Instagram e no TikTok para mostrar vídeos de como essas crianças com necessidades especiais devem ser cuidadas.

“Como você lida com a inclusão social em suas aulas?”, escreveu o professor, em um vídeo em que aparece com esse pequeno aluno com deficiência.

Para incluir o aluno nas atividades, ele o carrega nos braços e percorre o mesmo circuito que os outros fazem, para que o a criança vive a mesma experiência, embora não consiga realizar sozinha.

PROFESSOR-DIFERENTE
Gean Sampaio

“O problema não é ser diferente, mas ser tratado de forma diferente”, acrescentou o professor na publicação.



Gean Sampaio

Seus vídeos receberam muitos comentários positivos, por seus esforços dedicados para que todos os alunos se sentissem incluídos e igualmente importantes. É por isso que ele não vai parar de apoiar a criança enquanto estiver em sua sala de aula.

A sua atitude de inclusão e amor conquistou milhões de visualizações, milhares de curtidas e também milhares de comentários, principalmente de usuários que o aplaudem por seu nobre trabalho.

Por mais professores assim! Ser diferente não é um problema, o problema é o tratamento que muitas pessoas dão ao diferente.

Assista ao vídeo:

*DA REDAÇÃO RH.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia