SER BOM NÃO É DEIXAR QUE OS OUTROS TE FAÇAM DE OTÁRIO!

ser-bom-nao-e-deixar-que-os-outros-te-facam-de-otario

SER BOM NÃO É DEIXAR QUE OS OUTROS TE FAÇAM DE OTÁRIO!

Há uma confusão bem clara acontecendo em nosso interior quando permitimos que usem e abusem da nossa bondade.

O fato é que muitas pessoas pensam que, para serem reconhecidas como pessoas boas, elas precisam, necessariamente, dizer sim a tudo e a todos.

A dificuldade em dizer NÃO está diretamente associada a necessidade de agradar os outros.

Sabe aquelas pessoas que não suportam nem cogitar a hipótese de que os outros pensem que elas estão sendo egoístas, egocêntricas ou irresponsáveis, apenas porque optaram por seguir o que o caminho que os seus corações pedem?

Pois é, são pessoas que sofrem constantemente uma dor silenciosa, pois vivem negligenciando suas necessidades e vontades apenas para que os outros não “falem mal” delas pelas costas.

Por que sentimos tanto medo de desagradar pessoas que não hesitariam um só minuto em nos desagradar, caso essa decisão as favoreçam?

Essa é uma questão a se analisar com cuidado.

Quem tenta agradar os outros o tempo todo não vive a própria vida.

Não dá tempo!

Sabemos que agradar os outros nos traz grandes vantagens sociais, traz tanto um bem estar pessoal, quando vemos e sentimos a felicidade estampada no rosto do outro, como amplia as nossas relações, porque nos tornamos queridos aos olhos dos outros.

Mas quando estamos mergulhados em um vazio existencial, a nossa única opção é olhar para fora, para tudo que vem do exterior, e que, por motivos óbvios, não fazem parte do nosso próprio caminho, da nossa verdadeira missão, e bem por isso, sentimos que não estamos alinhados ao nosso propósito de vida.

Para entrar em alinhamento com o que viemos fazer nessa vida, precisamos tirar o foco do outro e colocar o foco em nós. E isso só é possível quando aprendemos a dizer não enfaticamente para tudo o que nos incomoda, para tudo que nos machuca, e para tudo o que nos faz desviar dos nossos reais objetivos.

Aqui cabe bem o ditado: “Pra quem não sabe o que quer, qualquer coisa serve!”.

Quando seguimos gritando para o mundo o que a gente não quer, e mesmo assim, continuamos aceitando aquilo, o Universo entende que é aquilo que a gente quer, e nos manda mais e mais disso tudo.

A gente precisa aprender a fluir com curso do rio que vai desaguar no mar. Se insistirmos em nadar contra a corrente, iremos nos cansar e desistir em pouco tempo de esforço consciente.

Precisamos começar a escutar os sinais que as nossas emoções e sentimentos nos enviam, nelas, estão todas as respostas que queremos.

Mas quando desconfiamos daquilo que estamos sentindo, quando negamos os sinais, quando insistimos em agradar o outro e não a nós mesmos, pouco a pouco vamos adoecendo mental e fisicamente.

É um fato inquestionável pra mim que todas as doenças se originam das emoções mal canalizadas.

Ao insistimos em ir contra ao que sentimos só para agradar os outros, nos afogamos nas fortes correntes das nossas águas poluídas, que representam as mágoas que guardamos, os ressentimentos que colecionamos, e a falta de perdão que nos aprisiona a rede que nós mesmos jogamos ao mar.

Purifique as suas águas, as sua emoções! Experimente dizer a si mesmo, todas as vezes que alguém te pedir algo que você não quer fazer, mas que está quase aceitando fazer só pra “ficar bem na fita”: Purifica! Purifica! Purifica! E adoce as palavras para dizer esse NÃO.

DIGA: Eu queria muito te ajudar, mas estou com alguns compromissos urgentes que não posso abrir pra você, porque não vem ao caso, e terei que dizer não nesse momento, infelizmente.

Ou: Não posso agora, quando eu puder te ligo.

Ou: Não acho que devo me meter nessa situação, acredito que você precisa achar uma solução pra isso.

Ou simplesmente diga NÃO. Sem dar nenhuma justificativa. Você não precisa se explicar pra ninguém, você precisa se sentir bem com as suas escolhas e decisões.

Dê ouvido as suas necessidades.

Diga não para tudo o que te machuca, não deixe que te façam de otário, que te usem, e que abusem da sua bondade.

Ser bom é muito mais do que agradar os outros, é estar bem para poder fazer o bem com o que a gente tem de melhor.

Se a gente não está bem, a gente não consegue ajudar ninguém. Pelo contrário, a gente ajuda, sem querer ou sem poder ajudar, e logo depois, a gente percebe que o melhor para todos, tanto para você, quanto para o outros, era ter deixado eles se virarem sozinhos.

Tem muita gente pedindo favor, exigindo atenção, mas que na verdade, não precisam da nossa ajuda. Eles se folgam na nossa bondade, e querem que a gente faça por eles aquilo que eles precisam fazer, e é aí que mora o perigo. É aí que precisamos ser fortes e firmes para dizer um NÃO bem grandão e pular fora antes que seja tarde demais.

Ser bom não é ser bobo. Ser bom é viver espalhando atos de amor, isso não significa que você precise agradar todo mundo, só significa que você deve seguir o seu coração, pautado sempre na justiça.

Dizer não pode ser e, muitas vezes é, um ato de amor.

Agindo assim, você conseguirá dividir o seu tempo entre as suas reais necessidades, e as reais necessidades daqueles que, verdadeiramente precisam da sua ajuda.

Se dedique a causas reais, legitimas, e integras!

Não jogue mais o seu tempo no lixo tentando ajudar pessoas que estão bem crescidinhas para se virarem sozinhas, e que nitidamente, estão montando nas suas costas.

COMO DIRIA UM GRANDE MESTRE E AMIGO QUE EU TENHO @rhamuche: “APRENDA A DIZER NÃO DE TAL FORMA QUE A OUTRA PESSOA FIQUE MAIS FELIZ DO QUE SE VOCÊ TIVESSE DITO SIM”!

*Foto de Matthew Ronder-Seid no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA e SEU AMIGO GURU. Neurocoaching e Mestr em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram.