Seja ambicioso, porém não deixe que a ganância te transforme em um ser desprezível.

Jackson César Buonocore

Não seja ganancioso, seja ambicioso, pois a ganância é o desejo de ter mais do que os outros ou a ânsia por lucros exagerados enquanto a ambição é uma forte vontade de realizar algo, que exige trabalho e metas.

A ganância é o desejo de ter mais do que os outros ou a ânsia por lucros exagerados. A ambição é uma forte vontade de realizar algo, que exige trabalho e metas. Com base nessas delimitações, vamos caracterizar o perfil dos gananciosos e ambiciosos:

Os gananciosos têm avidez por dinheiro e poder, mas não querem pôr esforço e trabalho nisso.

Desse jeito, eles acabam usando os demais, por meio da persuasão, para conseguir ganhos de modo desonesto, entretanto, cedo ou tarde serão descobertos.

É por isso, que a ganância é vista no Cristianismo como o pecado da avareza, pois os avarentos não abrem mão da usura, mesmo que recebam afeto.

No Budismo para se libertar da ganância, os sujeitos precisam se desapegar de bens materiais e da necessidade de prazer, no sentido de evitar o sofrimento a si próprios e a outrem. E no Confucionismo, os gananciosos eram senhores de terras e comerciantes, que foram considerados gente de baixa ordem na sociedade, ou seja, inferiores aos camponeses que cultivavam o solo.

Na ficção, os gananciosos são satirizados, como por exemplo: Montgomery Burns, que é um grande empresário em Os Simpsons, Seu Siriguejo, de Bob Esponja e Tio Patinhas, da Disney.

E no Inferno de Dante Alighieri, os avarentos são postos no quarto círculo do inferno, onde devem empurrar, repetidamente, os pesos do tamanho de sua riqueza.

Aliás, as guerras foram causadas por atitudes gananciosas de governantes, o pior deles foi Hitler – que comandou – o genocídio de 6 milhões de judeus e a morte de milhões de outras pessoas.

Não há nada de errado em buscar o melhor para vida, saindo da zona de conforto, que vai além da questão monetária.

Por coincidência, a palavra ambição vem do latim ambire, que significa “mover-se livremente”. Então, os sujeitos ambiciosos se tornam empreendedores, que se movem em busca do crescimento que impulsiona a economia do país, melhorando a vida de toda a sociedade.

Assim, a ambição acontece todos os dias, através dos alunos de escolas públicas que passam nos vestibulares das disputadas universidades, dos funcionários que têm os melhores resultados e ainda ajudam os colegas com dificuldades em suas funções, dos pequenos empresários que superam os obstáculos do mercado e da burocracia, entre outros, que souberam compartilhar o sucesso. Mas, a ambição deve ser guiada pela razão e consciência, já que, às vezes, os erros dos ambiciosos e deixarem-se seduzir pela ganância.

Portanto, a diferença entre os gananciosos e os ambiciosos é clássica: os primeiros querem uma sociedade enferma e sem perspectivas de oportunidades para maioria das pessoas, e os ambiciosos trabalham pelo bem-estar individual e coletivo, promovendo a criatividade e a potencialidade humana, na construção de uma sociedade equilibrada.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Jackson César Buonocore
Sociólogo e Psicanalista