Se te cortei da minha vida é porque você me deu a tesoura.

Luciano Cazz

Não! Agora não adianta mais falar que tudo vai ser diferente. Chega! Eu cansei de acreditar nessas suas palavras sem valor que diziam que a briga era passageira. Que tudo voltaria a ficar bem de novo. Nas suas promessas de um futuro melhor. Era sempre amanhã, não é mesmo? Amanhã que o sol iria brilhar e a tempestade passar. Amanhã que a gente seria feliz.

Deixei de acreditar quando tudo o que você me prometia, nunca cumpria. Era apenas uma maneira de fazer com que eu não partisse. É um engano achar que eu engoliria falsas esperanças a vida inteira. Sei que minha crença em nosso amor te leva a acreditar que eu nunca iria terminar. Mas agora chega. Não procuro promessas. Eu quero alguém que me ame hoje. Que encha meu coração de paixão e me faça sorrir por simplesmente existir, agora. E não alguém que espera eu desviar a atenção para machucar meu coração.

Não! Agora não adianta falar que seu amor por mim é maior que tudo. Se me amasse de verdade, nunca me faria sofrer. Se seu amor fosse real, meu coração não estaria despedaçado. Se foi capaz de fazer o que fez com alguém que você dizia ser a pessoa mais importante da sua vida, você não é quem deve estar ao meu lado nem quem eu quero dividir a minha vida.

Não! Agora não adianta pedir perdão. Falta sinceridade nas suas palavras porque elas não correspondem às suas atitudes. Cansei de relevar. O coração não aguenta tanto vai e vem de sentimentos. Tenho medo que um dia você o esmague e ele não se recupere nunca mais. Quando eu deixo você entrar nele de novo, o usa com leviandade e não respeita meu amor nem a pessoa que sou, porque você se acostumou a me ferir e ser perdoada.

Não! Agora não adianta dizer que se arrependeu. Quantas vezes você me disse que aquilo tinha sido seu pior erro, mas logo depois foi lá e cometeu de novo. Quantas vezes você me disse que não era dona dos seus atos, mas decidiu repeti-los sem preocupação. Chega! Não sou um brinquedo que você usa conforme seu humor. Sou um ser humano que precisa de afeto e respeito.

Não! Agora, não adianta dizer que você vai se transformar. Já cansei de acreditar. Suas mudanças duram dois dias e depois você volta a me magoar. Você diz que é outra pessoa, mas essa mentira já faz parte de quem você é. Suas palavras já não são maiores que suas ações. Eu mereço mais. Sua atitude foi a tesoura que você me deu para te cortar da minha vida.

E não me diga que você é o melhor para mim, não adianta mais falar, porque agora quem vai mudar sou eu, pois, nunca mais irei lhe aceitar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Luciano Cazz
"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."

COMENTÁRIOS