Se fazes aquilo que amas. Nunca terás que trabalhar.

Arkab

Todos nós nos perguntamos diariamente qual o verdadeiro sentido de viver. E de fato sabemos que não é um questionamento fácil de ser respondido assim tão rapidamente. Anos se passam, e talvez este mesmo pensamento ainda permaneça em tuas questões sobre os mistérios da vida. Cuidado, pois pensar muito sobre este tipo de lógica pode despertar um certo quê de insanidade moral. Porém, em algumas situações do cotidiano, não há como escapar deste insistente questionamento da vida. Qual o verdadeiro sentido da vida? Qual o meu propósito nisto tudo?

Segundo Aristóteles, as pessoas que nascem com o dom de fazer qualquer tipo de coisa, pessoas que possuem uma habilidade fora do normal, raramente preocupam-se com este tipo de pensamento. Pois elas “encontraram o seu propósito na vida.” Estas pessoas estão felizes com aquilo que fazem, pois amam a atividade que realizam. Pessoas que nascem com o dom ou a magia de fazer algo com tamanha perfeição, dificilmente são impedidas de construir o seu próprio sonho, e muito raramente, dão-se mal na vida. Porém, algumas tantas outras pessoas não encontram este propósito de viver. E aquele questionamento insiste em aparecer em todas as manhãs pelo fato de não saberem o que querem, ou simplesmente, não encontram aquilo que “supostamente amariam fazer”. Ficam perdidas em si, e acabam fazendo qualquer atividade apenas por um único e simples motivo; dinheiro. Mas e a tua felicidade? Será que o dinheiro é realmente mais importante do que ela?

Entretanto, tudo vem no seu tempo certo. Melhor ditado do mundo. Guarde consigo; “Tudo no seu tempo.” Os muros altos que impedem teus sonhos de serem construídos, um dia cairão. Mas não ache que isto é algo que acontecerá do dia para a noite, pois alguns sonhos moldam-se por anos e mais anos. O segredo é nunca deixar de desenhá-los mesmo que seja de pouco a pouco, e com o tempo, aquele céu nublado vai se clareando na tua direção. Pois aquilo que for seu chegará até você. O tempo é um aprendizado cotidiano. A paciência será uma virtude. E a tua vontade será essencial para aquilo que desejas realizar. Não se assuste com a demora. Tudo acontece no seu tempo. Vez em quando demora, mas as vezes, nem tanto.

Este mesmo questionamento ainda deverá te acompanhar por alguns anos. Talvez você seja muito novo, ou talvez, esteja muito indeciso em relação ao que realmente deseja e ama fazer. O conselho que posso lhe deixar é de que; “faça aquilo que realmente ama.” E serás livre e terás paz. Se ganhares muito ou pouco não fará diferença, pois é o teu trabalho é o que te dignifica. “Se fazes aquilo que amas, nunca terás que trabalhar.”

Não desista. Ainda tem muito verbo para ser conjugado.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Arkab
Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.